Aller en haut de page

Notícias

ESCLARECIMENTO SOBRE A MINHA VIDA PRIVADA

ESCLARECIMENTO SOBRE A MINHA VIDA PRIVADA 
Caros branhamistas, vocês sabem que Êxodos 20:16 diz, "Não darás falso testemunho"? Como vocês vão reparar todas as mentiras que vocês estão a dizer sobre mim? Vocês não acreditam em mim porque eu estou vivo, se não vocês não me podem convencer de pecar. Eu quero falar sobre o que aconteceu e se o facto de falar sobre isto for mal, que Deus perdoa-me. A verdade diante de Deus é que, em 1997, eu propus a irmã mais velha daquela que está em branco na fotografia. Mas eu nunca a dotei nem dormi com ela. Depois de um ano de noivado, eu pedi pela separação porque durante o tempo do noivado, ela teve relações sexuais com um jovem estudante, um testemunha de Jeová, e segundo o que este jovem disse-me quando ele pedia-me perdão na sua presença, eu decidi quebrar o noivado. E apesar das intervenções do seu pai e do pastor David, eu não aceitei. A família da irmã pertencia à igreja e eu não tinha nada, eu era nada mas o seu pai amava-me muito. Ele tinha pedido ao pastor David para intervir. E quando eu não aceitei, o pai chorou. E numa reunião, o pastor David no seu escritório, na minha presença e na presença da Irmã, e diante dos anciãos, tinha anunciado a separação do nosso noivado. Eu já não me lembro se os pais da Irmã estiveram lá. Portanto, tinha terminado. Mas eles tinham a esperança de que um dia eu mudaria de ideia. 

POR QUE EU FUI ENTREGUE A SATANÁS:

Embora o noivado foi quebrado, o pastor David queria que eu regressasse com a Irmã, senão eu não seria permitido a propor a uma outra Irmã. Mais tarde em 2000, eu propus em segredo a uma Irmã que tinha crido pelo meu canal e que trabalhava comigo. Eu falei a esta Irmã sobre o casamento e ela aceitou e eu informei aos meus pais. E os meus pais aproximaram-se dos seus pais e ela foi dotada. E eu informei ao pastor David que recusou-se a aceitar a nossa união. E mais tarde os pais da Irmã ligaram para os meus pais para virem buscar a Irmã segundo o seu costume. Visto que ela foi dotada, ela não pode mais ficar na casa deles. E eu não soube o que fazer para a benção, e a Irmã sugeriu-me que o seu ex-pastor pudesse abençoar a nossa união. E eu fui obrigado a aceitar. E foi feito. E vivemos juntos na minha casa antes de eu aproximar-se dela pela primeira vez. E na mesma semana, eu informei ao pastor David, ele entregou eu e a Irmã a Satanás. E um mês depois, ele retornou a chamada e disse-me que eu poderia retornar à igreja com a Irmã. E eu fui à igreja com a Irmã. Tudo estava indo muito bem. E mais tarde, em março de 2002, eu tive a visitação indicando-me que chegou o tempo do meu ministério. E eu fui dizer ao pastor David que eu já não iria mais ao culto. Foi em paz que eu os deixei. Mas a minha mulher continuou com eles. E eu já não ia mais ao culto, mas eu ia saudar o pastor David na sua casa. Mas um dia, no culto funerário de um irmão chamado Kouadio Guy, que era bom para comigo, eu fui ao culto lá mas muitos deles recusaram-se a apertar a minha mão ou a responder às minhas saudações. Eu não era bem-vindo. E foi assim que eu cortei todas as ligações com eles. 

A FOTOGRAFIA ABAIXO:
Esta fotografia foi tirada no casamento de Felix Ampoh, o que está de fato, com a sua noiva de branco a sua esquerda. Foi por volta de 1998. Eu não me interesso pela vida privada das pessoas, mas eu estou surpreendido por vê-lo brandir a minha fotografia. Ele era um pregador, um professor da escola dominical, mas ele tinha engravidado a sua noiva antes do casamento e ele também atreve-se em atacar-me. Que Deus perdoa-me pelo que estou para dizer, mas lá onde a noiva está na fotografia, ela está grávida e ela está de branco como se ela fosse virgem. Eu fui entregue a Satanás por nenhuma razão, mas ele não foi entregue a Satanás, e ele continuou a ensinar na escola dominical. Eu deixo-os com a sua consciência. E eu digo obrigado a Deus porque eu fui vitorioso na igreja deles que era uma verdadeira pocilga de pecado onde a santa ceia era organizada cada fim do mês para aliviar a sua consciência. 

INTERPELAÇÃO:
Eu, Kacou Philippe, vocês se atrevam a me chamar de um perverso? Eu que os meus pais achavam de impotente? Todos os meus irmãos menores tiveram filhos e eu não conhecia alguma mulher. Eu sou um perverso? É por revelação que vocês dizem isso? Está bem, eu considero que é Deus que revelou isto a vocês, mas saibam que não é por causa da minha vida pura que eu sou um profeta, mas é por causa da Mensagem que eu recebi em 24 de abril de 1993, e é por causa desta Mensagem que milhares de pessoas a volta do mundo acreditam em mim. Se vocês acreditam que se vocês tivessem em Israel, vocês diriam "AMÉM " a David matando Urias e tomando Bateseba, vocês saberiam que um profeta, não é a sua vida mas a sua Mensagem! Uma má árvore não pode produzir um bom fruto. No princípio deste ano, é o que eu dou a vocês.  Independentemente do que vocês disserem ou o que vocês sejam, sou eu Kacou Philippe que sou o seu profeta com quem vocês viveram na terra.