KACOU 11 : FALE AGORA!

(Pregada na manhã de domingo, 1 de dezembro de 2002, em Locodjro, Abidjan – Costa do Marfim)

1 Eu Kacou Philippe, escravo de Jesus Cristo, eu não cesso de vos convidar para a sabedoria. Não cometam os mesmos pecados de Israel contra os profetas, de Roma contra os santos. Por me amaldiçoarem, por me tratarem de demônio, de anticristo, e ao que eu prego de pregação nivaquine... saibam que é a Deus que vocês fazem isso. Eu era pagão e aos 24 de abril de 1993, por uma visão, eu recebi a comissão, e no dia seguinte, enquanto eu estava sentado em casa com a minha família, eu fui transportado em visão num país todo deserto, e eu recebi a comissão para pregar o julgamento. E é depois dessas duas visões que eu fui para uma igreja pela a primeiríssima vez. E se vocês não podem pelo menos tomar a Bíblia para contradizer o que eu prego, mantêm-se quietos! Não se carregam de maldições! [Ed: A congregação diz: «Amém! »]. Eu nunca fui para um seminário ou para qualquer formação bíblica, eu não leio os livros das vossas chamadas livrarias cristãs, pois, Aquele que me enviou está comigo. Deus é soberano! Ele pode usar quem Ele quiser e se você for um filho de Deus, você é obrigado a reconhecer isto. No princípio da igreja, Ele deixa os apóstolos e os discípulos cheios com o Espírito Santo e vai escolher Saul de Tarso, um perseguidor dos cristãos para falar para a terra inteira. E em 24 de abril de 1993, este mesmo Deus escolheu um pagão que eu era para a Salvação da humanidade. Se você for um filho de Deus, o que você dirá se não: “ó Deus, que a Tua vontade seja feita.“

2 Agora, eu gostaria de chegar para a Costa do Marfim para completar o que eu já tenho dito: por nascimento, este país é desses que são nascidos em palácios de reis. Florestas, subsolo, mar... e tudo isso fez com que os países vizinhos se prostrassem diante dela e servissem-na nos seus campos. Burkina foi um escravo em seus campos e um guarda da sua casa. Ela desenvolve o petróleo da Nigéria e abastece eletricidade para além dos seus vizinhos. Todos os pássaros do céu, todos os animais do campo vinham de longe e encontrar o seu lugar ao longo dela. A graça e o poder e a glória nela eram como se Deus fosse injusto. Certamente, Deus estava esperando muito dela. Mas quando ela se tornou forte, ela escolheu o caminho dos ímpios, esses que sentem ódio de Deus e cuja memória desaparece cada dia por vulcões, inundações, ciclones, terrorismo, terremotos e guerras.

3 E a Costa do Marfim desviou-se de Deus, ao ponto que o pecado é chamado « patrimônio nacional », ao exemplo do vodu, poro, dipi, máscaras e danças dos guerreiros que são práticas animais que já não deveriam ser mencionadas no tempo do cristianismo. Cada aldeia tem um fetichista, máscara, rio sagrado, assim por diante. Mesmo se é somente uma pessoa que indulta em tais práticas e vocês não dizem nada, então, é toda a aldeia que é culpada.

4 Eu vos digo mesmo que um jardim zoológico é um pecado para um país. Um parque, correto! Mas um jardim zoológico é um pecado. Uma águia ou um leão numa jaula, é um pecado! É o mesmo para alguém que tem um macaco acorrentado em casa. Assim diz o Senhor, libertem esses animais, senão, é maldição sobre vós!

5 Este país tinha recebido o Evangelho por um século e preferiu optar pelos seus costumes. Entre o corpo, o manto e o Espírito de Jesus, este país escolheu o manto e com isso, todas as maldições da Bíblia. Não há uma maldição de Deuteronômio 28 que não desceu sobre ela. Tem ela sido cercada por pessoas cruéis de visagem feroz vindo de longe? Têm essas pessoas sidas pedras pesadas para Costa do Marfim, sufocando-a em todas suas cidades e aldeias?  Essas pessoas dominam sobre ela?  Sim!  Porque a verdadeira dominação é econômica; a política é somente de uma forma honorária.

6 E neste país, nós também vemos animais selvagens, bestas ferozes que são os gigantes da antiguidade a invadir cidades com escorpiões, dragões e cobras nos seus bíceps. Homens com orelhas perfuradas, penteados errôneos e novas línguas, eles são todos frutos do pecado. Alguns vêm dessa creche de bandidos chamada « crianças da rua ». Todavia, nós sabemos que a rua não é uma pessoa para ter filhos. Eles são, portanto, frutos de adultério e de fornicação, concebidos em hotéis, mercados, escritórios, carros, casas inacabadas, e assim por diante.

7 Ter relações sexuais antes do dote, é ir contra si, contra o seu país e contra Deus. E a terra está cheia disso. As cidades universitárias são centros de prostituição sobre uma grande escala. E a primeira dama distribuiu preservativos para eles para que o país se suje mais, legalizando assim a fornicação, o adultério e a prostituição.

8 E a Costa do Marfim persistiu na imoralidade, ao ponto que uma dança expondo mulheres nuas, é legalizada e exportada como café e cacau. Jornais expondo mulheres nuas são autorizados. O Congo-Kinshasa, esse país imoral, sempre lhe serviu como um modelo. Quando alguém é censurado no seu país, ele pode livremente vir e exibir-se aqui na Costa do Marfim. A Costa do Marfim tem demonstrado que em termo de pecado, ela pode fazer pior que muitos países. E são pessoas imorais, outras como a apresentadora Hanny Tchéllé, tendo pousada nua em alguns filmes aqui, que eles preferem como apresentadora de televisão para destruir os jovens. Um país fraco!

9 O diabo tem feito da terra o seu Éden e da mulher o seu objeto de publicidade.

10   O diabo tem dado aos homens outras marcas de beleza. E, contudo, segundo a Bíblia, a marca da beleza é a cara. Nós vemos o caso de Rebeca em Gênesis 24:16, o caso de Sara, a mulher de Abraham em Gênesis 12:11, o caso de Raquel em Gênesis 29:17, o caso de Abigail em 1 Samuel 25:3, o caso de Tamar em 2 Samuel 14:27... mas o diabo tem inventado outras marcas: as nádegas depois o umbigo depois a aparência e depois a maquiagem, e assim por diante. Isto é um desafio à perfeição divina: uma forma de dizer « Deus deveria fazer as coisas em uma tal maneira ». O destino da Jezabel está reservado para vocês. Uma mão divina apoderou-se de cães para comerem a sua bisavó Jezabel. E o que aconteceu com a Jezabel? Os cães não tocaram o crânio, os pés e as palmas da mão por causa da maquiagem e polimento das unhas. Minhas muito queridas irmãs, Deus quer ver-vos como Ele vos criou. Permaneçam assim! [Ed: A congregação diz: «Amém! »].

11 [...] E como se tudo isso fosse pouco, na instigação dos profetas de Baal, ela trouxe para o poder Acabe e a sua mulher Jezabel. [Ed: Acabe é Laurent Gbagbo e Jezabel é a sua mulher, Simone Gbagbo]. Acabe, o pior de todos os seus filhos. Aquele que lutou com Houphouë, seu pai desde os anos setenta, incansavelmente, e que, em 1990, incitou todo o país para fazer o mesmo. E é o mesmo espírito de rebelião de Acabe que conduziu a Costa do Marfim contra França. Qualquer espírito anti-França é do diabo. O mesmo Deus que não pode levantar a Igreja contra Cristo ou uma mulher contra o homem, esse Deus não pode apoiar uma rebelião da Costa do Marfim contra França ou do Congo-Kinshasa contra a Bélgica.

12 E quando você se comporta dessa maneira, antes de receber bens deles, tenha a humildade e a coragem de pedir pelo perdão deles. Eu não estou dizendo que a França nunca fez mal, mas vocês não têm o direito de fazer o que vocês fizeram. E é o mesmo demônio que entrou na Costa do Marfim quando Acabe foi conduzido no poder. Mas tendo impedido o seu pai Houphouët de reinar sobre toda a nação, como ele reinará sobre todo Estado? Tendo atormentado com alguns chicotes, não será ele atormentado com alguns escorpiões? Conduzir tal homem no poder, é chamar sobre o país a maldição que cairia apenas sobre ele. [Ed: A congregação diz: «Amém! »].

13 E eu disse que se o seu trono se tornar mais forte em paz e que ele reine sobre todo o Estado, então, eu não sou um homem de Deus e Deus não me falou de jeito nenhum.

14 Se a Costa do Marfim tivesse que escolher entre Deus e Satanás, ela escolheria Satanás e as suas igrejas e os seus profetas. Quando Deus dá o trono, Ele fortalece-o. É contra vocês mesmo, que vocês fizeram essa escolha. E eu digo isso em virtude do que eu recebi de Deus.

15 Acabe e a sua mulher Jezabel são meus filhos e todos os ministros do Acabe são meus netos. Mas antes de eu entrar na casa de tais pessoas na boa, eles devem publicamente revogar todos os presidentes e profetas de Baal que comem na sua mesa e eles devem comprometer-se de não terem mais parte com eles. [Ed: A congregação diz: «Amém! »].

16 E nós vemos Jezabel, uma pequena universitária colocar-se como uma profetisa, dando indicações para os cristãos até ao ponto de pedir aos pastores para usarem preservativos e de aconselhá-los aos fiéis das suas igrejas. Esses reizinhos não se atrevem a fechar a boca dessa pequena pagã que está aí hoje e que desaparecerá amanhã.

17 E vocês, federações de igrejas, vocês, fraternidades de feiticeiros em roupas de ovelhas, Jesus Cristo vos tem derrotado! Vocês querem comer na mesa de Deus e na mesa de César? A espada vos procurará em pleno dia e o inferno receber-vos-á. Vocês me odeiam, e, contudo, se eu morrer, Deus enviará um outro Kacou Philippe. Israel serrou Isaías em pedaços, mas um outro Isaías veio na pessoa de Jeremias. Se eu morrer, vocês não acabarão de regozijar que Deus enviará um outro profeta por causa dos seus filhos na terra. O inimigo da terra, são vocês! Porque vocês procuram construir impérios financeiros, então, vocês acareciam o pecado? Saibam que Deus destruir-vos-á e o inferno receber-vos-á!!... você, Golias com pés de barro, essa Mensagem golpear-te-á. É o seu tormento que tem começado. Vocês!  Mágicos!  Lobos carnais e gordos! Cobras domésticas!  Moradias de Satanás, bêbados com sangue de pessoas inocentes em busca da Salvação, quanto tempo viverás de novo na terra? E o inferno e o lago de fogo e todas as moradas dos mortos não cessam de clamar contra ti: «condenação! Condenação! Condenação». Porquê? Porque vocês têm o inferno como nacionalidade. [Ed: A congregação diz: «Amém! »].

18 Vocês se intrometem na política e dizem; nós não participamos na política! É como alguém que diz: « eu não como a carne de porco, mas eu como o molho de porco ».

19 Em 1993, depois de um jogo de futebol, Asec – Kotoko, este país levantou-se contra os ganenses, algumas pessoas pobres que vieram sobre uma terra dita hospitaleira a procura do seu pão. Eu vi alguns humanos morrendo distantes do seu país, em condições que nós até não desejamos a um animal. Em Yopougon, próximo de Saguidiba, uma mulher morreu de um pilão espetado nos seus órgãos genitais até a barriga. Qual é o mal que esta mulher fez? E que súplica e que perdão não tinha ela pedido? Que piedade esta mulher não inspirou diante dessa Costa do Marfim cruel que geme hoje de país para país com uma língua de cordeiro? Por que o Gana foi a primeira saída, o primeiro hospital da Costa do Marfim depois de 19 de setembro de 2002? Desde 1993, estes sangues inocentes nunca têm cessado de clamar para Deus: «quanto tempo, Justo e Verdadeiro Deus, demorarás em julgar e vingar o nosso sangue sobre os habitantes da Costa do Marfim? ». [Ed: A congregação diz: «Amem! »]. E depois disso, a Costa do Marfim por intermédio do seu filho Yodé, lançou um cassete de música para louvar os seus crimes e todo o país dançou-a.

20 Indo contra um estrangeiro, uma viúva ou um órfão, Deus não pode deixar isso passar impune. Se eu fosse um militar, eu nunca carregaria armas por tal país, para Sodoma e Gomorra. Eu nunca aceitarei morrer como inimigo de Deus. Eu sou cristão antes de ser um Ivoarience.

21 Todos os homens morrem com uma coroa e com uma inscrição na sua coroa, o que triunfou da sua vida...

22 Vocês perseguiram a viúva e o orfão, vocês perseguiram o estrangeiro, e agora, vocês estão a perseguir o profeta de Deus enquanto você é a terra de esperança, um país de hospitalidade, a pátria da verdadeira irmandade? Deus é amor, mas Ele é também o Deus de justiça e de julgamento. A árvore cai no lado onde ela se inclina!