KACOU 44 : A SANTA CEIA

(Pregada na manhã de domingo 06 de junho de 2004 em Locodjro, Abidjan - Costa do Marfim)

1 A primeira vez que eu fui numa igreja, foi em maio de 1993 depois das três grandes visões. O responsável batista perguntou-me: «Quem o convidou?». Eu disse: «Ninguém! Eu tive visões e levantei-me para vir». Eu expliquei as visões e após a entrevista, ele pediu-me para orar. Eu disse: «eu nunca orei na minha vida.» Ele disse-me que tentasse … finalmente, ele dizia as palavras e eu repetia. Ele dizia: «Senhor Jesus» … e eu repetia: «Senhor Jesus!» Ele dizia: «reconheço que… eu sou um pecador», …e eu repetia: «reconheço que eu sou um pecador!» Ele dizia: «Eu venho a Ti …» e eu repetia: «eu venho a Ti!» Ele não concebia que uma pessoa que não sabe nada de Deus pudesse ter estas grandes visões. Foi em maio de 1993.

2 Antes que o homem semeasse qualquer coisa em mim, Deus já tinha semeado.  [Ed: A congregação diz: «Amém! »].

3 Irmãos, vemos que os profetas deste século começam a calar-se gradualmente. Há cada vez menos cartazes, anúncios e grandes vigílias. Pessoas deram conta que é mesmo uma comédia, os vigilantes veem a sedução de Satanás. Nos Estados Unidos, houve dentes de ouro, pó de ouro e as plumas de anjo caídos do céu durante intensas orações, nós até ouvimos falar de multiplicação de dinheiro. Mas esta manifestação dos filhos do diabo está a chegar ao seu fim…  [Ed: A congregação diz: «Amém! »].

4 Bem! Eu gostaria de falar esta manhã sobre: « a santa Ceia ». A preparação da santa Ceia dividiu muitas igrejas. Apresentei-a sem ter estado a ver a fabricação e sem ter pedido. E eis a revelação e a explicação que eu recebi: o pão é a imagem perfeita da Palavra de Deus o que o dá, prega para evitar a imitação.

5 Ora, a Palavra de Deus em uma geração somente vem através de um profeta mensageiro vivo; não a um doutor, pastor, evangelista ou apóstolo, mas a um profeta mensageiro que é o atributo e a manifestação da Palavra de Deus para o seu tempo.

6 A Mensagem do tempo do entardecer não revela nada sobre a fabricação do pão salvo um jornalista que teria interrogado William Branham que disse que o pão não deveria conter matéria gorda. Assim, certos branhamistas não encontraram um jornal bastante credível para uma pergunta de um nível tão elevado. Recordam que Levíticos 2:4-16 diz que deve-se pôr o óleo e o sal em qualquer oferenda. E eu não digo o contrário, mas a explicação seria diferente, quase. Ora, eu não dou a minha versão que pode ser falsa, mas a revelação infalível de Jesus Cristo. O pão como é dado não deve conter nem óleo, nem sal.

7 Ora, como deve-se fazer a santa ceia? Isso frequentemente permaneceu um segredo dos que o fizeram desde sempre até ao William Branham. Como a Palavra vem ao profeta? É um segredo para ele. Uma boa cozinha tem o seu segredo. O bolo de Levíticos 2:4-16 com os três elementos são a imagem, a sombra do corpo de Cristo. E antes da morte o Espírito, o Pai, deixou o corpo. O Espírito, isto é, o óleo, não pode morrer e ser quebrado com o corpo. E o seu lado foi furado e, nós, a Noiva, a Eva espiritual, saímos, mas, sobretudo que nós? Nós o sal e a luz do mundo (Mateus 5:13-14). Se o Espírito fosse quebrado, a redenção teria falhado. Se nós que somos o sal fôssemos banidos sobre a cruz, a redenção seria interrompida desde o Senhor.

8 Assim, o Óleo, o Espírito está vivo, a Palavra vem e somos nós que A temperamos para apresentá-La ao mundo sob a estimulação do Espírito que é o vinho. Jesus como o Filho do homem é o pão descido do Céu e qualquer profeta mensageiro é o pão descido do Céu e todo o profeta mensageiro é o pão descido do Céu que se identifica à sua Mensagem. [Ed: A congregação diz: «Amém!»]. E vocês são o sal da terra que deve temperar esta Mensagem, de acordo com Mateus 16:5-12!

9 Para nós, Levíticos 2 não fala do óleo de cozinha, mas do Espírito. Levíticos 2 não fala do sal de cozinha, mas de nós mesmo. Levíticos 2 não fala de fermento de pastelaria, mas da teologia. Recebemos «a carta da Palavra», mas nós para temperá-la e orar pela recepção do Espírito Santo. Não receba o Óleo e a Palavra amassados já juntos como outros acreditam nisso! Leiamos ainda Mateus 12:1-8… o Senhor Jesus Cristo disse: «Eu sou o Mestre do sábado» e nós podemos dizer aos fariseus modernos que nós somos o sal e o pão de que eles procuram, temos em nós o Óleo que procuram e que nós somos mesmo o bolo de Levíticos 2 e todo aquele que nos come não morrerá e nunca terá fome. [Ed: A congregação diz: «Amém! »].

10 Assim, para a santa Ceia, é impossível utilizar o pão da padaria. E a santa Ceia deve ser feita com mãos puras, com a oração que é o incenso de Levíticos 2:1-2.

11 Para o vinho, não faço doutrina, mas eu penso que não se trata de vinho forte, bem fermentado que o Senhor e os seus discípulos beberam, mas de vinho suave, do sumo de uva não fermentado. Como o vinho de palma, é o mesmo sumo de uva que se chama: vinho suave. O vinho forte era proibido para qualquer sacerdote: Juízes 13:3-4, Lucas 1:15… as uvas são os frutos da vinha… e eu penso que se o pão não deve conter óleo então, o vinho também não deve ser alcoolizado porque a estimulação vem do Espírito. E sobre a cruz, o Espírito tinha deixado tanto a carne como o sangue…

12 Bem! Inclinem a cabeça para a oração e se quiser que eu ore para um assunto específico, levantar a mão e ter o pensamento sobre este assunto! … várias mãos estão levantadas! … muito bem! …

13 Senhor Jesus Cristo, o Deus de toda graça, o que tem todo poder no Céu e sobre a terra, o que chama à existência as coisas que não são! Em virtude desta Mensagem, oro que Tu apagues os pecados destas almas para sempre.

14 E tu Satanás, certamente entraste na sua vida através dos pecados, mas nesta manhã, receberam a graça e tu sabes que aos 24 de abril de 1993, eu fui chamado e comissionado para pregar esta Mensagem que deve ser confirmada, é por isso que o ordeno à ti e aos teus anjos, em Nome do Senhor Jesus Cristo, deixa estas pessoas! E vocês doenças, desapareçam da vida deles, em Nome do Senhor Jesus Cristo! E que as células se reconstituem agora mesmo! Que qualquer fracasso e maldição dissipam-se da vida deles!

15 Ó Senhor Jesus Cristo, Tu o Anjo e o Cordeiro de 24 de abril de 1993, Tu a Coluna de Fogo, o Anjo do Eterno, faz que nenhum destes tateie mais sobre a terra! Afasta deles a confusão, a vergonha e a discórdia! Descarrega de qualquer preocupação, qualquer fracasso, qualquer miséria e qualquer maldição. Que a luz brilhe de novo e que a alegria visita ainda os corações desesperados porque acreditaram esta Mensagem! Que o que era impossível possa ser possível agora porque Tu escutas a voz dos teus profetas. E a minha oração é que seja assim por toda a parte onde esta Mensagem será acreditada na sua totalidade. Amém!

16 Agora, eu tenho algumas perguntas aqui… «Irmão Philippe, quando uma igreja inteira acredita no Clamor da meia noite como foi já o caso de algumas, o que deve fazer?»

Bem! Antes que termino, por conseguinte, pregar esta Mensagem, igrejas inteiras acreditaram e pela graça de Deus a passagem fez-se de forma muito simples. Primeiro, o pastor, se puder deve apresentar a Mensagem à sua congregação. E se a congregação acreditar, então aplica toda a Mensagem incluindo a confissão pública. Contudo, antes de apresentar a Mensagem à congregação, é necessário que eu diga a este pastor certas coisas que poderiam ajudá-lo. Seguidamente, poderá fazer tudo, apenas, ele não pode administrar batismo ou consagrar até que ele mesmo seja batizado e consagrado. Ele e toda a congregação devem ser batizados por um homem enviado pelo Profeta. Mas ele  poderá batizar as novas pessoas que acreditarão após o seu batismo.

17 Se for num outro país, desde que não se pode batizar ou consagrar ao telefone eles aplicarão todo o resto da Mensagem incluindo a confissão pública enquanto aguardam pelo batismo e a consagração. Assim qualquer que seja o lugar aonde você estiver, desde o instante que você recebe a Mensagem e que você A acredita inteiramente, você pode começar a pregar e reunir as pessoas ao redor e a ter os cultos com a confissão pública. É óbvio que se você realmente acredita, você vai expandir esta Mensagem ao redor de você. E os seus parentes, seus amigos e conhecidos a ouvirão. E vocês farão assim até um dia um irmão ir batizar vocês e consagrar vocês e comissionar vocês para estas tarefas. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

18 Quanto ao desenrolar do culto aqui está como isto pode ser feito: primeiro a oração de introdução seguidamente a fase das confissões públicas seguidamente orações e adorações seguidamente a adoração seguidamente a pregação seguidamente as orações em relação a pregação seguidamente a oração final e as ofertas no momento das saudações, certamente com a possibilidade de ligeiras modificações no conjunto, não é um plano doutrinal mas segundo como você for conduzido. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

19 A segunda questão é: «Irmão Philippe, uma irmã pode frisar os cabelos?»

O que traz as discussões sobre este assunto, é que as pessoas confundem frisar e desfrisar. Vocês sabem que a palavra desfrisar [o cabelo] aplica-se, sobretudo às nossas irmãs negras. Agora se uma irmã puder manter os seus cabelos sem os desfrisar, como algumas aqui, está muito bem! Mas eu não me oporei à uma irmã que tenha cabelos muito emaranhados e que quer os desfrisar e mantê-los. Não façam isso uma doutrina. E uma irmã sempre bem coberta pelos seus cabelos desfrisados, mesmo em casa, eu prefiro aquilo a uma irmã que tem sempre os cabelos trançados. Mas um homem de mais de sessenta anos que escurece o seu cabelo, isso não vem à confissão, mas é uma abominação porque o cabelo branco é uma glória para ele. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

20 Bem! A terceira questão é esta: «Irmão Philippe, não é a mesma mulher de Apocalipse 12:5-6 que se reencontra no versículo 14?» Bem! … nos versículos 5-6, é o judaísmo que deu a luz aos doze apóstolos que são o filho macho. E o versículo 6 diz que ela fugiu para o deserto distante dos fariseus e outros por existir, no fim dos tempos, alimentados 1260 dias por Elias e Moisés! É diferente! Vocês veem? Ela partiu para o deserto. Seguidamente a do versículo 14 também recebeu a sua partida para o deserto pelas duas Asas da grande águia. É diferente! Vocês veem? E tudo era diferente a partir do versículo 1, onde não foi a luz do sol com a qual ela se envolveu ou as suas posições, ver-se-ia visivelmente vinte e quatro estrelas. Assim, os doze apóstolos são o filho macho dados a luz pelo judaísmo antes do cristianismo e antes do pentecostes … é diferente da mulher do versículo 14 do qual o filho macho é o conjunto das virgens sábias. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

21 Bem! Agora a quarta questão: «Irmão Philippe, se um falso pastor batizar, este batismo é reconhecido?»

Tudo depende do espírito em que ele estava no momento do batismo. Se ele foi sincero, então este batismo é reconhecido! Mas se ele fez isso com um objetivo mau então este batismo deve ser repetido. Um hipócrita ou um pecador não pode administrar a remissão dos pecados ou a justificação. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

22 A quinta questão é: «Irmão Philippe, o Clamor da meia noite terminará aos 18 de dezembro de 2005? »

Não irmão! É para esse efeito que William Branham disse em 1962 em Perguntas e Respostas: «As estatísticas mostram que a Mensagem de um homem, seja como for, dura três anos; Seguidamente, ele vive sobre a sua reputação o resto da sua vida até que Deus o chame. Eh bem, aquilo sempre esteve assim desde Cristo, o seu tomou três anos e meio. Veem? É demonstrado que ao longo de toda a história, Spurgeon, Knox, Calvin, até o fim do tempo, é demonstrado que no que diz respeito ao ministério de um homem, três à três anos e meio, é o limite. A sua vela queimou, vive sobre a sua reputação passada - as suas obras o acompanharão, é tudo!». Vocês veem?

23 Agora, William Branham diz aqui que Spurgeon, Knox e Calvino são mensageiros! Estão no número das sete estrelas? Não! São eles oitavos mensageiros? Não! Vocês veem? Não se vê mesmo o seu vestígio na Bíblia… Deus não podia dizer que, de Moisés à João Batista, houve sete profetas mensageiros? A sombra que vivemos desde Paulo? Vocês veem? Os branhamistas responderão aquilo diante de Deus! O mesmo que Deus enviou dezenas de profetas mensageiros na Antiga Aliança também enviou dezenas de profetas mensageiros na Nova Aliança depois de Paulo. Desde estes últimos 2000 anos, não passou uma geração que Deus não enviou mensageiros na terra. Um após o outro, desde Paulo saindo da Ásia, saindo do Oriente até ao Ocidente e agora até Kacou Philippe, Deus enviou profetas mensageiros às nações. Mas todos esses profetas mensageiros agiram sob a influência das sete estrelas que são os sete mensageiros Celestiais, os sete Espíritos na mão do Senhor Jesus Cristo. Uma estrela isto é um anjo celeste no seu tempo suscitou vários profetas mensageiros sobre a terra e eu posso dizer-vos que Martinho Lutero, Ulrico Zwingli, João Calvino, todos esses aí agiram sob a influência dum único anjo celeste, duma única estrela e isto os branhamistas não o compreendem. Existem sete estrelas na mão do Senhor, sete anjos Celestiais, mas quantas pessoas, quantos homens, quantos profetas mensageiros essas estrelas utilizarão sobre a terra? Somente Deus o sabe! [Ed: A congregação diz: «Amém!»]. E para um escolhido enquanto que o rapto ainda não teve lugar, Deus enviará sempre profetas mensageiros sobre a terra. E que aquele que pode compreender compreenda!