KACOU 67 : DEUS ESTÁ VISITANDO A ÁFRICA

(Pregada na manhã de domingo, 23 de dezembro de 2007 em Adjamé, Abidjan - Costa do Marfim)

1 Agora, eu desejo que cada mês, entre os quatro domingo, um pregador de uma outra congregação venha pregar aqui e isso deve aplicar-se absolutamente em cada congregação. Pelo menos um domingo entre os quatro é reservado ao pregador que deve vir de uma outra congregação. E um pastor deve ir participar de um culto em outro lugar para aprender e ajudar.

2 Do mesmo modo desejo que doações sejam feitas por direito aos pregadores e pastores que consagraram a sua vida para a nossa Salvação para que os seus corações congratulem-se. Eu desejo que isso seja preocupação de cada um de nós. Vocês veem?

3 Se alguém pensar que um dos ministérios de Efésios 4:11 pode sozinho manter a fé de uma congregação, mesmo durante três meses, isso é falso. Vocês estariam lá a gritar e a exaltar, mas vocês estão no erro. Vocês veem? Vocês estão tão doentes e mortos como um batista. As pregações do vosso pastor dão apenas cálcio à vossa alma e vocês estarão mortos embora estando vivos. Deus tem planeado quatro ministérios da Palavra e cada escolhido deve beneficiar-se destes quatro ministérios. É por isso que eu disse que um ou dois domingos entre os quatro serão reservados para diferentes pregadores vindo de outras congregações.

4 E no sentido da infalibilidade, saibam que, logo que o profeta mensageiro consagrar alguém como pastor, vocês podem assinalar os seus erros, mas o profeta mensageiro é o único habilitado para destitui-lo, a menos que ele encarregue àlguém para fazê-lo. Mas se alguém acreditando a Mensagem com a sua congregação diz: «Eu sou indigno de ser pastor, desejo sentar-me» e que ele senta-se como simples fiel, e que em seguida o profeta o restabelece como pastor ou pregador, ninguém pode destituí-lo mesmo se cometer erros relacionados com a compreensão da Mensagem. Mas os que já eram pastores e que continuaram podem ser destituídos pelos apóstolos através do relatório dos anciãos. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

5 Foi-me entregue um póster gigante do eclipse de 29 de março de 2006. Os homens místicos do Gana pensam que Deus fez aquilo para uma causa… O Gana e a Etiópia, como o mostrei em Kacou 63 «Moisés e a Etíope», são dois países notáveis.

6 Do primeiro império africano da idade média que ele era, o Gana tornou-se ainda aos 6 de março de 1957 na meia noite o primeiro país da África negra a aceder a independência. E aos 7 de março de 1957, a bandeira vermelha-amarela-verde golpeada de uma estrela no centro podia flutuar sobre o Gana. Este dia, as personalidades de liderança do nosso planeta estavam reunidas nesta terra do Gana, mesmo Richard Nixon e Martin Luther King estavam lá.

7 E a primeira frase do hino nacional do Gana é: «God bless our homeland», quer dizer, «Deus abençoe a nossa pátria». E a última frase é: «Under God march on for everymore», quer dizer, «Sob os passos de Deus para sempre». É a imagem perfeita da Etiópia. Qual é a bandeira da Etiópia? A vermelha-amarela-verde golpeada de uma estrela ao centro. Não é maravilhoso? E a Etiópia não é a segunda mais antiga nação cristã do mundo após Israel? [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

8 Voltemos agora a um outro ponto... falei também do teste de DNA e desde um tempo, Deus depositou o processo sobre o escritório dos médicos e vocês verão que eles irão distante. Uma criança terá muito mais afinidade com alguém que não é seu pai que com o seu próprio pai e germes de violência encontrar-se-ão no sangue dos seus padres, reverendos e pastores. É para aquilo que avançam pouco a pouco. 

9 Não foi a maldição e a hibridação do sangue dos parentes paternos de Caim com o das serpentes originais, uma transfusão sanguínea do sangue de uma jiboia ou um pitão seria possível com um padre ou um pastor católico, protestante, evangélico ou branhamista que nega esta Mensagem. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

10 E aos 17 de setembro passado, eu recebi uma carta de certo Christian Piette que punha-me perguntas esquisitas. E na parte inferior da carta, estava escrito: «Christian Piette, professor, pastor e escritor, Godarville (Bélgica)». Deve ser o autor de: Luz sobre o branhamismo, luz sobre o mormonismo, luz sobre as testemunhas de Jeová… e de toda a série de luzes. Se for realmente ele, a forma da sua cabeça como um branco e o seu olhar não me surpreende. Vocês veem?

11 E entregaram-me ainda na semana passada, um documento com várias páginas contra o Clamor da meia noite. E o autor terminou com isto: «Vou parar aí, mas permitam dizer-vos que a meia noite passou… Reparem que eu não digo que Kacou Philippe não é um enviado de Deus». Mas se eu sou um enviado de Deus, o que vocês têm feito da minha Mensagem? E como pode a meia noite ter passado enquanto eu ainda falo? Isto é simplesmente a manifestação dos filhos do diabo.

12 E vários entre eles esperam a minha morte para lançarem o seu ministério. Eh bem, lancem o vosso ministério! Se aquilo vier de Deus, eu diminuirei e vocês crescerão! Vocês veem? E há três meses, exaltaram-se sobre o rumor da minha morte sem procurarem verificar. E mesmo alguns pastores e profetas anunciaram aquilo em suas igrejas com alegria! Não compreendo como podem alegrar-se com a morte de alguém enquanto está escrito: «Amarás o teu próximo como a ti mesmo!». Vocês veem?

13 Sei que um dia, eles vão rejubilar, mas a Mensagem, Ela é Eterna! Isaías, Amós, Jeremias e os profetas morreram, mas as suas Mensagens estão vivas até hoje e pelos séculos e séculos! [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

14 E o que eu realizei em cinco anos, eles nunca realizarão em toda a sua vida. Nem eles, nem os seus filhos; porque não agi por mim mesmo. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

15 Recentemente ainda, eu vi num sonho que eu colocava as coisas e acima de mim, à cerca de três metros do solo, estava esta mesma Nuvem, e esta Nuvem influenciava a minha pessoa para que colocasse as coisas de certa maneira e foi o meu Espírito que estava na Nuvem. A minha pessoa não obedecia a vontade da Nuvem como o meu braço obedece-me, mas como um escravo obedeceria ao seu mestre.

16 Bem! Eu gostaria também dizer após a pregação: «Recusando-se a Progredir» que esta progressão dos homens não ajudou os cristãos. Vocês veem? À causa, por exemplo, da evolução da tipografia, os rolos do Antigo e o Novo Testamento foram reunidos num só livro chamado Bíblia. Por conseguinte, «Bíblia» quer dizer: «Os livros». A Bíblia não é, por conseguinte, O livro santo, mas o agrupamento dos livros santos. Vocês veem?

17 Reunir gordos rolos de vários quilogramas num pequeno livro, a ideia era boa e qualquer um teria aplaudido esta descoberta sem saber que o diabo ia explorar aquilo. Vocês veem?

18 Se os sessenta e seis livros não fossem reunidos num só livro, não se diria hoje: «Para mim, é a Bíblia! Não acredito em nada senão apenas na Bíblia!».

19 Se houvesse um rolo ou um livro de Isaías à parte, um livro de Jeremias à parte, um livro de Moisés à parte… digo-vos que aquilo ia ajudar a humanidade! Vocês veem? Ora no julgamento, não haverá um livro reunindo todos os livros, mas cada geração levantar-se-á lá com o seu livro ou rolo. A geração de Noé com o livro de Noé para ser julgada! A geração de Jeremias com o livro ou o rolo de Jeremias! A geração de Martinho Lutero com o rolo de Martinho Lutero! A geração de Branham com o rolo de William Branham para ser julgada.

20 Mas apenas, assim como o Senhor Jesus Cristo tinha para as nações as sete estrelas, assim também Ele tinha os sete trovões, o livro dos livros das sete estrelas. E quando as sete estrelas aparecem cada uma com a sua geração para o julgamento, não é o livro das sete estrelas, mas cada geração com o Livro que Deus deu ao seu anjo para ela! Amém! Vocês veem?

21 Quando Ele aparece na sua divindade, é com as sete estrelas e as suas sete Mensagens no Antigo como no Novo Testamento. Mas quando estes aparecem na terra como diante do trono do julgamento, é cada um com o seu livro e a fé da geração descansa sobre o que está escrito no rolo do profeta que Deus enviou-lhe. [Ed: A congregação diz: «Amém!»]. A pregação sobre o juízo final explica isso. Vocês veem? Um habitante de Pérgamo não podia dizer: «Eu acredito na carta dirigida ao anjo da igreja de Éfeso».

22 Bem! Antes de começar a pregação, eu gostaria de dizer também que, quando Deus dá uma visão, Ele dá as Provisões para o cumprimento desta visão.

23 Quando Deus serviu-se da Ásia, os asiáticos fizeram que o Evangelho atingisse as extremidades da terra! Foi do mesmo modo para cada um dos quatro continentes. E recentemente, no tempo do entardecer, quando se recebia quilogramas de brochuras vindas da Suíça e dos Estados Unidos, são os dignos filhos do povo que Deus visitava que sangraram-se, sacrificando os seus prazeres devido a nós e devido ao Reino dos Céus.

24 E se hoje Deus está visitando a África, não são os europeus ou os americanos que o farão no nosso lugar. E quando em 2 Reis 5, Naamã vinha, Eliseu não se importou em olhar o seu dinheiro. Geazi e a sua posteridade podem dizer que os dólares e os euros têm muito mais valor que as moedas da África e que são eles quem devem dar-nos, mas a Bíblia não nos diz isso.

25 Se agradou a Deus em suscitar um africano, é com a nossa moeda africana que Deus realizará Mateus 25:6 e Eliseu e os seus filhos e os filhos dos profetas levantar-se-ão para realizar a visão. [Ed: A congregação diz: «Amém!»]. Independentemente do que têm, os filhos de Deus terão a preocupação de pôr um ato para Deus acima de tudo que fizeram na terra. É por isso que uma simples irmã assegurou toda a segunda edição deste livro. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

26  Agora, venho para a pregação: Deus Está Visitando a África. No início, havia a África, e o Éden estava lá cobrindo a Etiópia, o Egito… incluindo Israel.

27 E os historiadores sempre disseram que a África era o berço da humanidade. E no início, nós sabemos também que o Egito foi por muito tempo a primeira potência mundial como se vê em Gênesis.

28 E no tempo de Abraham, quando houve a fome, Deus recomendou-lhe que descesse para o Egito. E deste lado, William Branham, um tipo de Abraham, desceu ao Egito e fraternizou com o diabo. E enquanto William Branham desceu ao Egito sobre a ordem de Deus e fraternizou com as igrejas pentecostais e as igrejas evangélicas, em Gênesis 26, Deus disse a Isaac: Não desça ao Egito! [Ed: A congregação diz: «Amém!»]. Porque Isaac tinha uma missão maior e dele sairiam duas sementes, uma louca e uma sábia que lutará com o Anjo de 24 de abril de 1993. Qualquer que seja a dureza da Mensagem, Ela não O soltará até ao cantar do galo e Jacó também diz em Gênesis 32: «…E agora tornei-me duas bandas». [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

29 As virgens sábias agirão por causa de Deus e diante de Deus e não por causa dos homens e diante dos homens. Tudo o que farão, eles o farão por causa de Deus e no mais profundo do seu coração, não haverá nada oculto. São os verdadeiros filhos de Deus e a Vida eterna é para eles. E é por causa deles que Deus enviou o Anjo de 24 de abril de 1993. A sua Mensagem ia purificar, branquear e refinar esta virgem sábia no deserto de Apocalipse 12:14 até ao cantar do galo distante das igrejas cananeias e ia transformar Jacó em incorruptível e esta Mensagem agirá ainda na manhã sobre o Israel como viu-se representado na visão de 24 de abril de 1993 pela visitação das duas pombas, e é dito que na manhã, quando o sol se levantou, Jacó passou sobre Peniel. Vocês veem? [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

30 Assim, Deus não permitiu ao Isaac o filho prometido ao Branham de fraternizar com quem fosse. É por isso que nunca poderemos orar com um católico, protestante, evangélico ou branhamista ou mesmo chamá-los irmãos em Cristo. São os nossos próximos em relação as coisas terrenas e os amamos porque Deus disse: Amarás o teu próximo como a ti mesmo! Mas quanto as coisas espirituais, quanto a fé, um católico, protestante, evangélico ou branhamista não é nosso próximo. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

31 Bem! É então no Egito, na África que formou-se e desenvolveu-se o povo judaico que foi para a terra de Canaã. E mesmo em Israel no tempo de Herodes, é na África que vieram José e Maria para preservar a vida do Senhor Jesus. E no início do cristianismo aquando da perseguição, a África foi um marcador importante. Tertuliano, Orígenes e Cipriano são Africanos. Sem estar a esquecer do Simão de Cirene que levou a cruz de Jesus. Temos a impressão que a África tem um papel de socorros.

32 Mas esta África foi posta de lado, como rejeitada ou esquecida porque o que  foi-lhe confiada antes da fundação do mundo, é a revelação do idioma desconhecido. E diante disso, o mundo inteiro deve ser humilde! [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

33 Primeiro a própria África deve aceitar que Deus pode do seu seio suscitar um profeta como Martinho Lutero, João Wesley, William Branham e os da Bíblia.

34 É verdade que o nosso passado tem sido sempre o mesmo… Vocês veem? O tráfico dos negros onde os nossos pais foram vendidos ao leilão como se vende um objeto do qual não se serve mais. Os nossos pais foram coletados a troca de simples espelhos e coisas de nada. E eram amontoados nus em barcos para a América…

35 E depois disso foi a colonização onde ainda os africanos foram tratados frequentemente como animais sob o Olhar de Deus que também os criou. Mas Deus é livre de fazer e permitir aquilo! Ele é Soberano! Ele é livre de fazer o que quer e tudo o que Ele faz, é em sua bondade que Ele o faz. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

36 E muitos africanos então morreram sob o peso dos trabalhos forçados. É relatado que um branco podia quebrar uma noz de coco na cabeça de um negro e muito ruim se a sua cabeça não era sólida. Vocês veem?

37 E dizer a este negro que ele será o mestre dos brancos ou que o seu filho será o mestre dos brancos, é como se pedisse-lhe que acreditasse que um dia o mar secará! Claro que ele nunca acreditará!

38 E se dissesse também a este branco que um dia o africano será algo, ele nunca acreditará! Porque o poder de independência e de liberdade destes negros depende dele. Se não disser a um país africano: és independente, como este país pode ser independente? Se não disser ao escravo: és livre, como pode ser livre? E sobre o plano espiritual é similar! Vocês veem?

39 Mas hoje Deus pede à humanidade que aceite um africano. [Ed: A congregação diz: «Amém!»]. Mas primeiro a África deve aceitar que Deus possa falar por um africano, através do seu irmão negro que está ao lado dele. Vocês veem?

40 Quando se diz que Kacou Philippe é um profeta, as pessoas estão de acordo mas quando se vai mais distante para dizer que ele é profeta da dimensão de Moisés, Jeremias ou Isaías da Bíblia, eles são ultrajados. Os europeus, os americanos e mesmo os africanos eles mesmos são ultrajados. Eles dizem: um africano? Ah! Eles são frios. Eles teriam preferido que fosse um branco ou pelo menos um negro americano como o José Coleman.

41 Mas um africano que deve batizar e consagrar os brancos para que Deus reconheça-os… é pedir-lhes demasiado. Qualquer homem na terra teria preferido que fosse um branco. Vocês veem? E a razão, é que a humanidade aceitou que haja raças superiores e raças inferiores e querem que Deus aceite também aquilo.

42 Mas todos os brancos, filhos de Deus que sejam ricos ou pobres superam isso. A nossa oração é que Deus guarde todos no mesmo Espírito que nós. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

43 E há quarenta anos os brancos não acreditavam que os africanos tinham almas como eles. Não era por maldade, mas pensavam sinceramente que um africano não era inteiramente humano! Para eles, os africanos são uma evolução dos chimpanzés.

44 Na África do Sul, quando William Branham queria que os negros também fossem às suas reuniões, os brancos disseram-lhe: «Não, Irmão Branham! Eles não têm alma! Eles são apenas animais…». E William Branham disse-lhes: «Eles não são animais porque um animal não pode dar-vos o seu sangue, mas estes africanos podem dá-los do seu sangue!».

45 E se William Branham dissesse a um branco: «Assim diz o Senhor: Um dia, é por um africano negro que serás salvo!», este branco diria no seu coração: «Vejo que és um falso profeta vindo para escarnecer a dignidade dos brancos». Vocês veem?

46 O mistério é que cada raça aceitou a posição que a outra lhe deu. O branco disse ao negro: «Tu és indigno!». E o negro responde ao branco: «Sim, eu sou indigno para sempre! Pode Deus falar-me sempre através de você!». Ainda que o branco dissesse ao negro: «Deus disse que és o chefe, senta-te sobre o trono e eu sobre o assento», o negro diria: «Eu sou o chefe, mas sinto-me melhor sobre o assento. Tu o branco, sentas-te sempre no trono». É exatamente isso. E não saberás se é o medo ou a humildade.

47 E no tempo da segregação racial na América, um branco poderia dizer: «Não desejaria que pessoas que compramos como escravos e que serviram nos nossos campos de cana-de-açúcar tenham os mesmos direitos cívicos que nós!».

48 E quando os negros eles mesmos pensam no tráfico de escravo, a divisão da África, a colonização, a escravidão, o apartheid, a segregação racial, o subdesenvolvimento… eles dizem que Deus os chamou para servir! Ao ponto que procuram por todos os meios de assemelhar-se aos brancos. Alguns procuram produtos cosméticos que clareiam para despigmentarem-se, ora Daniel 12:10 diz que é um produto profético que fará aquilo. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

49 Eles não pensam que um dia Deus possa suscitar um negro para o maior ministério como o de João Batista. Vocês veem? [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

50 É necessário que a África saiba que é Deus Ele mesmo que pôs o racismo sobre o coração dos brancos para um tempo, mas este tempo agora tem passado. O tempo do tráfico de escravo passou! O tempo colonial passou! A escravidão, o apartheid e a segregação racial são história antiga! Vocês veem? O apartheid e a segregação racial eram instituições de Deus porque os negros não deviam ter alguma parte com William Branham como os samaritanos e os homens das nações não deviam ter alguma parte com o Senhor Jesus Cristo. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

51 Deus vê todos os homens iguais! E qualquer filho de Deus, qualquer que seja a sua raça diz «Amém» a isso porque ele sabe que todas as raças da terra são iguais diante de Deus! Vocês veem? E o mesmo Deus que fez aquilo fará de modo que os filhos de Martinho Lutero, de João Calvino, de João Wesley e de William Branham reconheçam e aceitem isso apesar da sua cor da pele.

52 Alguns brancos da Ásia, da Europa, da América e da África virão aqui para o batismo e a consagração e será dito: «Ouvistes dizer que a Salvação vem dos Judeus, mas agora a Salvação vem da África», é por isso que a trajetória do eclipse de 29 de março formou este grande «S» de Salvação! [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

53 Toda Bíblia dá testemunho do Clamor da meia noite. E como o disse, é a falta de revelação que fará com que não vejais o Clamor da meia noite em qualquer versículo da Bíblia. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

54 E para terminar, eu desejo agora ler outra passagem em Rute 1:6. Vocês veem? No tempo de Martinho Lutero, toda a Bíblia tinha tomado a cor da sua Mensagem! No tempo de João Wesley, toda a Bíblia tinha tomado a cor da sua Mensagem! No tempo de William Branham, toda a Bíblia tinha tomado a cor da sua Mensagem! E hoje, do mesmo modo, todos os livros da Bíblia tomaram a cor do Clamor da meia noite! [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

55 Leiamos, agora Rute 1:6: «E [Naomi] levantou-se, ela e as suas noras, e retornou-se dos campos de Moabe; porque ela tinha ouvido dizer, no país de Moabe, que Jeová tinha visitado o Seu povo para dar-lhes pão».

56 Bem! Primeiro, Naomi é a Igreja do tempo dos apóstolos. E quando Deus desviou-se de Israel e houve uma fome da Palavra ali, o marido de Naomi que é o tipo dos apóstolos morreu entre as nações. Mas os seus filhos, as suas posteridades espirituais que são os mensageiros mantiveram a fé desta velha Naomi e suscitaram apartir dela duas virgens nas nações! Uma primeira chamada Orfa era carnal. É o tipo das virgens loucas. E a segunda chamada Rute que era espiritual. É o tipo das virgens prudentes.

57 Cada versículo do livro de Rute é um elemento do Clamor da meia noite! [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

58 Mas é o versículo 6 que nos interessa esta manhã. O versículo 6 diz que quando o Clamor de meia noite ressoou, quando Naomi soube que Deus tinha visitado o seu povo, e que Deus tinha dado o pão da Palavra ao seu povo, ela retornou! Amém! Independentemente do tempo que ela tinha passado ali nessas igrejas católicas, protestantes, evangélicas e branhamistas! Independentemente da sua idade, as suas relações, as suas responsabilidades… nada podia retê-la! E se forem um escolhido, isso é o que serão guiados a fazer sem o saberem porque algo vos obriga a fazê-lo! Vocês veem? [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

59 Não é uma história de compreensão ou de inteligência, mas de semente! Tudo depende do que vocês eram antes da fundação do mundo quando Deus vos criou!

60 Quando faz bonito tempo em algum lugar, todos os pássaros e borboletas vão lá até este tempo passar. E quando Deus visita um povo, todos os escolhidos, independentemente do seu país, têm o olhar virado para o país onde Deus está cumprindo a sua Palavra!… [Ed: A congregação diz: «Amém!»].  

61 E essa é a profundidade dos escolhidos! E que Deus vos abençoe, coloquemo-nos de pé para a oração! …