KACOU 70 : O MINISTÉRIO SOB A TENDA

(Pregada na noite de quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008 em Yopougon-Kuwait, Abidjan - Costa do Marfim)

1 Recentemente, eu estava na cidade e eu aprendi que, pela primeira vez, eles estavam planejando a costurar uniformes para celebrar a canção dos anjos que tinha acontecido lá... Este é um antigo acontecimento conhecido por todos ali. Não há um homem ou uma mulher das doze aldeias Abidji que não sabe que os anjos cantaram lá ...

2 Agora, eu gostaria de dizer que em termos de pecado de sexo, quando um irmão termina o seu tempo de sansão fora e que ele retorna sem a menina, a congregação não pode orar por ele e se ele teve ou deveria ter uma responsabilidade, ele não pode assumir nada em pelo menos três anos. Mas ele é irmão e confessará por outras coisas.

3 Eu também quero ir para a pregação:  «a Nuvem que coloca as coisas». Nesta pregação, eu disse: «se um irmão está no número dos quatro apóstolos ou dos pregadores que trabalham com os quatro apóstolos e que ele for excomungado, ele não poderá retornar no meio deles...». Mas, na transcrição, eu havia dado o meu voto para os irmãos que a palavra «seio» fosse substituída pela palavra «grupo» para facilitar a compreensão, mas venho pedir que a palavra «seio» seja remetida no seu lugar.

4 Estes quatro apóstolos estão na igreja. Eles não estão nem acima da igreja nem são um grupo na Igreja e Deus nunca esteve em espírito de grupo. [Ed: A congregação diz: «Amém! »].

5 Eles têm designado o apóstolo Bitty como o responsável deles. Mas o apóstolo Kadjo que foi designado como o porta-voz deles não vai assumir essa responsabilidade porque uma irmã que é uma prostituta está em sua casa ao ponto onde ela está agora grávida.

6 Quanto ao apóstolo Bitty, eu decidi que após ter dirigido as congregações de Adjamé, de Kuwait, de Anyama e de Abobo, ele já não poderá ser um pastor a partir de 7 de março de 2008 porque, como Ruben, ele é o início da minha força e ele prevaleceu, mas ele andou comigo no espírito de Joabe, filho de Zeruia.

7 Bem! Antes de começar a pregação, saibam que temos um irmão maravilhoso chamado Arnaud Lafranchi do lado de Genebra na Suíça e outro irmão chamado Cyril Bitsene em Rennes na França e agora outro do lado do Congo Kinshasa, o Irmão Exavier Mutanda. E fora deles, há muitas boas reações no mundo! 

8 O Irmão Arnaud informou-me que ele enviou este livro para uma família em Lima, Peru, e já recebi também dele o mapa de Genebra para preparar já a minha viagem para a Suíça. Que Deus o abençoe, mas além do mapa, eu vou precisar de um guia no aeroporto! Além da Bíblia, precisamos de um profeta vivo, não é? [Ed: A congregação diz: «Amém! »].

9 Com o mapa, eu poderia estar errado, mas com o guia, é impossível que eu esteja errado. E eu não quero mesmo um guia que pode ler os mapas, mas um guia que conheça Genebra! [Ed: A congregação diz: «Amém! »].

10 Podem os nossos filhos e netos amar os profetas vivo como os judeus e nós! Tenham por fundamento da vossa fé: Oséias12:14 e 2 Crônicas 20:20 e amem ouvir o que um profeta vivo diz. [Ed: A congregação diz: «Amém! »].

11 Bem! Esta noite eu quero pregar sobre o tema: «O ministério sob a tenda». Isto não é um tema que data desde William Branham, mas é um velho tema que mudou simplesmente de nome no tempo do entardecer. Antes de William Branham, essa visão apareceu primeiro nos ministérios de Moisés e de Elias no Antigo Testamento.

12 Para o nosso tempo, tudo começou em dezembro de 1955 quando William Branham teve essa visão da tenda relacionada com a terceira puxada e o idioma desconhecido. 

13 William Branham disse no «O Sétimo Selo», parágrafo 299:  «... e, assim, naquele momento, ele levou-me. Eu levo-me para cima, e assentou-me bem no alto, onde estava acontecendo uma reunião. Parecia algum tipo de tenda ou catedral, de algum tipo. E eu olhei, e havia algo como uma pequena caixa, um pequeno lugar ali ao lado. E eu vi que aquela Luz estava falando com alguém, acima de mim, aquela Luz que você vê ali na foto. Ela desviou rapidamente de mim, como isto, e foi instalar-se debaixo da tenda. E disse: «Eu te encontrarei ali». E disse: «Esta será a terceira puxada...». E existem três grandes coisas que prosseguem com isso. Uma foi mostrada ontem; a outra mostrada hoje; e há uma coisa que não posso interpretar, porque está em um idioma desconhecido.». 

14 Vocês veem? No momento que William Branham volta em 1993 com um novo nome e sob um novo aspecto para o ministério sob a tenda por trás do idioma desconhecido, a sua própria posteridade está sentada nas catedrais ao exemplo do Branham Tabernacle como pode ser visto claramente na pregação sobre Daniel 11. E os branhamistas do mundo inteiro fazem peregrinações lá... Existem hoje no Branham Tabernacle, crucifixos com estatuetas de Jesus como nas igrejas católicas.

15 O Branham Tabernacle tornou-se uma catedral enquanto uma tenda é a menor casa que há. E este pequeno edifício, esta pequena caixa Locodjro ao lado da estrada, é o exemplo. William Branham disse: «...havia como uma pequena caixa, um pequeno lugar ao lado [da estrada]. E vi que esta luz estava falando com alguém acima de mim». [Ed: A congregação diz: «Amém! »]. E antes de eu vê-la em 1997, eu vi este pequeno edifício no sonho em 1993. E eu ouvi palavras vindas de dentro...

16 E desde 1955, ano após ano, até a sua morte, William Branham não cessou de retornar a esta visão. É uma visão misteriosa que tem marcado e que marcou todos aqueles que acreditaram nele. E se aos 11 de abril de 1966 William Branham não foi enterrado logo, é por causa dessa visão que mostrava claramente uma obra por vir. E ninguém pode duvidar que esta visão mostra uma obra por vir. Vocês veem? 

17 William Branham morreu aos 24 de dezembro de 1965. O serviço funeral de William Branham foi realizado aos 29 de dezembro de 1965. Os branhamistas tinham a esperança que William Branham fosse ressuscitar em 29 de dezembro de 1965, mas a ressurreição não tinha ocorrido, o corpo não foi enterrado. E em vez de terem a coragem de anunciá-lo, eles disseram que Meda ainda não tinha indicado o local do sepultamento. Um cristão não mente! Vocês veem? 

18 E o corpo foi mantido e guardado até a Páscoa de 1966 para que William Branham ressuscitasse no dia da Páscoa, como o Senhor com vista para o ministério sob a tenda. E dizem que grandes fortunas foram gastas na manutenção do corpo no momento em que a ciência não estava desenvolvida como hoje. Eles tinham espalhado mesmo o boato de que o médico teria dito que os ossos de William Branham já teriam se reconstituído. Por quê isso? Por causa do ministério sob a tenda! [Ed: A congregação diz: «Amém! »]. 

19 E William Branham não sendo ressuscitado aos 10 de abril de 1966, o dia da Páscoa, o seu corpo foi enterrado no dia depois da Páscoa, isto é, aos 11 de abril de 1966 e novamente na presença de Ewald Frank e de todos os luminares do mundo branhamista. O hino «Only Believe», quer dizer, «Somente creia» foi cantado por duas horas na esperança de uma ressurreição para o ministério sob a tenda. Ewald Frank também cantou por duas horas «Only believe» para a ressurreição de William Branham! E hoje, ele condena isso. Eu não gosto de hipócritas e traidores! [Ed: A congregação diz: «Amém! »]. 

20 Agora por quê cantaram «Only believe» por duas horas? Porque Deus prometeu uma fase do ministério de William Branham, uma fase chamada o ministério sob a tenda que continuou a ser uma profecia. 

21 Contudo, William Branham, desde 1933, drenou grandes multidões no cumprimento das duas primeiras puxadas com grandes demonstrações públicas de poder. Mas todos os que acreditaram nele sabiam que um dia chegaria, segundo essa visão de dezembro de 1955, um certo ministério sob a tenda onde Deus iria lidar com ele de forma diferente, sem demonstração pública. 

22 William Branham disse em uma pregação de 1956 intitulada: «Por que as pessoas estão tão agitadas? », os parágrafos 32 e 33: «... eu vi então, que essa Luz deixava-me e ia para este edifício, e entrava nele. E uma voz me disse-me: « Eu te encontrarei ali; essa será a terceira puxada. » Eu perguntei: «Por quê? » Ele respondeu: «Essa não será uma exibição pública como as outras E voltei a mim mesmo». Vocês veem? [Ed: A congregação diz: «Amém! »]. 

23 Ele disse que essa terceira puxada viria por trás de um idioma desconhecido, longe das demonstrações públicas! 

24 Poderia William Branham ter um ministério, ou retornar à vida para ter um ministério sob a tenda por trás de um idioma desconhecido, com menos lotação do que as pessoas viram no Branham Tabernacle e ao redor do mundo?

25 Como William Branham poderia ressuscitar depois de 1965 para um ministério de aparência menor, longe do agora embelezado Branham Tabernacle e longe das enormes multidões que o seguiam antes da sua morte e todas essas conversões que a sua Mensagem não cessou de operar através do mundo inteiro? Como isso seria possível? A única maneira para que isso seja possível é que ele ressuscite sob outra aparência e que o Espírito de Elias que estava sobre ele venha sobre uma outra pessoa para cumprir esse ministério sob a tenda que vem por trás de um idioma desconhecido, longe das demonstrações públicas. [Ed: A congregação diz: «Amém! »].

26 William Branham disse que a Luz deixou-lhe e disse no «O Sétimo Selo»: «e vi que esta Luz estava conversando com alguém acima de mim...». 

27 E mesmo a única vez que William Branham realmente fez menção do Clamor da meia noite, ele disse: «... Vamos nos aprontar para o Clamor da meia noite. Soará em uma hora na qual você não imagina. Lá haverá um Clamor, não no meio do mundo incrédulo; isto será um segredo. » [«O Tempo da Unidade e o Sinal» Referência 134]William Branham disse: que isto será um segredo, isto é: longe de grandes demonstrações públicas. E também, em sua visão sob a tenda em 1 Reis 19, o profeta Elias chamou isso: Uma voz suave e sutil que quer dizer secreta! [Ed: A congregação diz: «Amém! »]. 

28 Mas apesar de tudo isso, os branhamistas passaram todos de lado. Mas a Bíblia também diz que os branhamistas devem agir assim. Vocês veem? Este é um velho demônio que agiu no tempo de Moisés de seguida no tempo de Elias e que age agora na posteridade branhamista. 

29 Olhe para o tempo de cada profeta e vocês entenderão que todos esses piedosos branhamistas são filhos do diabo e é por isso que eles não sabem que o ministério sob a tenda que eles procuraram está aqui! Exatamente como William Branham disse que seria! [Ed: A congregação diz: «Amém! »]. 

30 Eles sabem que William Branham disse que haverá um ministério sob a tenda, mas isso realmente acontecerá? E como isso será? Eles não sabem nada! 

31 Foi-me dito que quando a pergunta foi feita ao papa Ewald Frank sobre a visão da tenda, ele não conseguiu responder. Isto encontra-se no seu livro “Homens perguntam... Deus responde por sua Palavra”, perguntas nº 29 e 30. Ele foi em rodeios e não respondeu! Vocês veem? Haverá um ministério sob a tenda ou não? Se não houver nenhum, então William Branham marchou por uma falsa revelação durante anos. Se haverá então vocês são supostos a nos esclarecer sobre isso! 

32 E quanto ao idioma desconhecido? Eles não sabem! E sobre isto, o que sobre aquilo? Eles não sabem porque eles recusaram-se a progredir e tornaram-se simplesmente numa besta. [Ed: A congregação diz: «Amém!»]. E o espírito que disse que William Branham ressuscitaria aos 29 de dezembro de 1965 ou 10 de abril de 1966 e que encheu-lhes de unção aos 11 de abril de 1966 ao som de «Only Believe» não é o Espírito Santo, mas o espírito da quarta besta de Daniel 8, um demônio! [Ed: A congregação diz: «Amém! »]. Eles foram selados com o selo do erro naquela segunda-feira 11 de abril de 1966. 

33 E é a compreensão deles do ministério sob a tenda que os levou a toda essa loucura que é a base de todos esses «ismos». 

34 E se Deus não tivesse escondido o corpo de Moisés, os filhos do diabo iriam arrastar o seu corpo por aí por causa de certo ministério sob a tenda!

35 Oh irmãos, não é maravilhoso? Eu sinto a confirmação infalível que o que estou dizendo é a verdade exata! E neste exato momento, a atmosfera aqui é espiritual. [Ed: A congregação diz: «Amém! »]. 

36 Agora vocês entendem Judas versículo 9? Por que foi dito em Judas versículo 9 que Satanás disputava o corpo de Moisés? Josué estava lá, era Josué quem eles deveriam seguir, mas os Judeus procuravam o corpo de Moisés porque haviam algumas profecias de que Moisés tinha de ressuscitar para cumprir! É por isso que dos dois milhões que existiram, todos eles morreram ali exceto Josué e Calebe! Vocês veem? 

37 Quem eram os instrumentos de Satanás para procurar o corpo de Moisés? Não os Amorreus, os Heteus, os Perizeus, os Heveus e os Jebuseus... mas os Judeus, o povo que Moisés estabeleceu ali, as pessoas sobre quem o Espírito de Deus havia descido em Números 11 e que haviam profetizado diante da sua face! Vocês veem?

38 Coisas que não se deve explicar para que um branhamista entenda, eu passei cinco anos a explicar isso, mas eles não entendem. E agora, quando eu os vejo, eu não os vejo apenas como vejo a um homem, mas eu vejo por meio deles como um filho do diabo é! [Ed: A congregação diz: «Amém! »]. 

39 Irmãos, vejam-lhes simplesmente como Gálatas 1:8!... Maldito todo aquele que não confessa o ministério sob a tenda que vem por trás do idioma desconhecido, longe das demonstrações públicas! [Ed: A congregação diz: «Amém! »]. Maldito seja todo aquele que não ouvir «alguém» com quem esta Luz falou acima de William Branham! [Ed: A congregação diz: «Amém! »]. 

40 Tomemos 1 Reis 19:15-16...: «E o Senhor disse a Elias: volte no seu caminho, para o deserto de Damasco, e quando você chegar, unge Hazael para ele ser rei sobre a Síria; e Jeú, filho de Ninsi, tu lhe ungirás para que ele seja rei sobre Israel, e unja Eliseu, filho de Safate de Abel-Meolá, para ser profeta em seu lugar». Vocês veem? 

41 Deus dá três missões a Elias. Elias deve ungir três pessoas! Hazael, Jeú e Eliseu! Mas das três pessoas, Elias ungiu apenas Eliseu em 1 Reis 19:19. E em 2 Reis 2, Elias é arrebatado sem ter ungido Jeú e Hazael. O que aconteceu? Elias daria uma falsa profecia? O que tem sido demonstrado por Deus numa visão pode ficar irrealizado? Surge um problema! Como para Moisés e William Branham, os filhos dos profetas compreendem que a visão da tenda, o ministério sob a tenda em que Elias deveria ungir Jeú e Hazael ainda não está realizado. O que eles estão fazendo? Eles pediram a Eliseu que permitisse-lhes ir a procura de Elias. O que os filhos do diabo não puderam fazer com o corpo de Moisés, eles iam fazer com o corpo de Elias se Deus não arrebatasse Elias! 

42 O mistério é que os que foram em busca de Elias, não foram os profetas de Baal nem os sacerdotes de Belzebu, Sucote-Benoth, Nergal, Ashima, Nibkaz, Tharthak ou de Adrameleque, mas foram verdadeiros servos de Deus, pessoas humildes e piedosas chamadas filhos de profetas que caminharam com a Luz do seu tempo, que caminharam com Elias. Foram as mesmas pessoas que disseram a Eliseu pela revelação que o seu mestre seriá arrebatado. E a Bíblia diz que eles procuraram Elias em todos os lugares por três dias. E isso é exatamente o que se passou ali neste 11 de abril de 1966 com os branhamistas.

43 Sem dúvidas, em dezembro de 1972, exatamente sete anos depois de Elias, o cumprimento desta profecia já estava na terra na pessoa de Eliseu. [Ed: A congregação diz: «Amém! »]. Ouça ou leia a pregação sobre o idioma desconhecido e diga-me se Deus deve fazer outra coisa. 

44 Vocês, branhamistas altivos e orgulhosos, cheios de truques, digam-me o que a Bíblia diz que Mateus 25:6 tinha que fazer e que eu não fiz?... 

45 Para nós, Deus disse: Não vá com eles, não beba ou coma com eles. Mas reparem os branhamistas, esta posteridade do antigo profeta, como em 1 Reis 13 confraternizando com os reis e sacerdotes dos lugares altos, comendo e bebendo com eles. É por isso que vocês podem ouvir em sua fita de introdução: «Zacarias 14:7 diz que haverá luz no tempo do entardecer... centenas de milhares de profecias que nunca falharam, nem uma vez; profundo respeito pelos outros, suas práticas e crenças...». 

46 Ewald Frank pode dizer que as igrejas católicas, protestantes e evangélicas têm direito ao respeito e à existência. Mas à meia noite, nós não vemos assim. 

47 Respeitamos tudo o que Deus criou, e nós acreditamos que tudo o que Deus criou tem um direito ao respeito e à existência falando de seres humanos, de animais, até mesmo os insetos ... mas não é Deus quem criou as igrejas católicas, protestantes, evangélicas e branhamistas, incluindo todas as assim chamadas igrejas reveladas ou restauradas. É por isso que nós os condenamos e que não podemos os chamar de irmãos em Cristo.  É porque eles não têm o direito de existir que Deus preparou o juízo final e o fogo para eles. [Ed: A congregação diz: «Amém! »]. 

48 Embora aceitando que Ewald Frank, Billy Graham, Benny Hinn, Tommy Osborn têm o direito de existir, é meu dever de desconfiar deles porque eles podem levar-me para o inferno e eu nunca posso ter um profundo respeito pelas suas práticas e as suas crenças. Por isso eu queimo os seus livros, brochuras e cartas circulares. [Ed: A congregação diz: «Amém! »]. 

49 Agora olhem William Branham, em Gênesis 12, em tempos de fome, Deus disse a Abraham: «desça para o Egito para viver lá...». E um pouco mais tarde, em Gênesis 26, para uma mesma fome a Palavra de Deus, disse ao seu filho Isaac: «Não desça ao Egito...». Vocês veem? Vou lê-lo em Gênesis 26:1-2: «E houve uma fome no país, além da primeira fome, que ocorreu nos dias de Abraham; ... E o Senhor apareceu-lhe e disse: não desça ao Egito...». Amém! 

50 O que é isso? O que quero dizer esta noite? William Branham tornou-se um egípcio. William Branham tornou-se um pagão. Para William Branham, um padre católico era um homem de Deus, um pastor evangélico era um homem de Deus. Tommy Osborn, Oral Roberts eram homens de Deus. Billy Graham era um homem de Deus. Para William Branham, o espírito santo que agia sobre Tommy Osborn, Benny Hinn, Moris Cerullo e todos aqueles, era o verdadeiro Espírito Santo.

51 Para William Branham, o espírito santo, que agia nas igrejas evangélicas, era o Espírito Santo. E William Branham dizia: «não tenho nada contra eles, eles são homens de Deus, mas sou contra a organização, sou contra o sistema». Mas o sistema, foram eles: Billy Graham, Oral Roberts, Tommy Osborn e todos aqueles... O sistema, é o cristianismo inteiro e o sistema é a organização de Satanás. [Ed: A congregação diz: Amém]. E o cristianismo, ou seja, as igrejas católicas, protestantes, evangélicas e todo o resto, é o reino de Satanás na terra. E um homem de Deus não respeitará profundamente essas práticas e essas crenças, porque estas são práticas de Satanás e a saída é o inferno. E é por isso que Deus havia planejado o ministério sob a tenda. [Ed: A congregação diz: «Amém! »].

52 Como poderia William Branham exercer o ministério sob a tenda confraternizando com os homens do evangelho completo? Ele não podia. Não era possível. William Branham estava na organização, no sistema. William Branham tinha-se tornado um egípcio; ele tinha tornado um padre de Satanás e Deus tinha que fazer uma outra coisa para separar os filhos de Deus dos filhos do diabo. E lá estava o objetivo do ministério sob a tenda. [Ed: A congregação diz: «Amém! »]. Um dia, eu vou pregar sobre o propósito do ministério sob a tenda.

53 E na visão de 24 de abril de 1993, houve um eclipse e trevas sobre toda a face da terra. Não havia mais Palavra, Luz e Verdade em toda a terra, mas quando o Anjo e o Cordeiro desceram, a terra foi iluminada novamente. [Ed: A congregação diz: «Amém! »]. 

54 Os branhamistas não entendem mais a visão de Deus porque eles não têm nenhum profeta vivo. Eles estão na incerteza. É por isso que eles me escrevem a partir de todo o mundo... «Irmão Philippe, o que você acha de José Coleman? Irmão Philippe o que você acha de Pierre Kas do Congo Kinshasa? Irmão Philippe, o que você acha de Barutti Kasongo? Irmão Philippe, o que você acha disso, o que você acha daquilo? O que é disso? O que é daquilo?...». Este é o mesmo espírito dos fariseus diante do Senhor Jesus. Eles estão incertos, mas a certeza não é saber que isso é aquilo, mas aplicar Oséias 12:14, 2 Crônicas 20:20 e João 6:28 e seguir o profeta vivo do seu tempo. [Ed: A congregação diz: «Amém! »]. 

55 Para nós, pouco importa o quão claro essa pregação é, ela não pode fazer com que Vasti venha porque Vasti não pode vir!  

56 Mas se você crê que és um filho de Deus, qualquer que seja o lugar onde você esteja, na Ásia, na Europa, na América ou na África, você sabe que William Branham voltou sob outro aspecto, com outro nome, tentando cumprir a visão sob a tenda por trás de um idioma desconhecido, longe das demonstrações públicas como ele disse que o faria. E diga a todos aqueles que te rodeiam: «vimos a sua estrela! ».

57 Irmãos e Irmãs de todo o mundo, vimos a sua estrela desta vez na África e viemos adorá-lo. Amém!