KACOU 71 : AS ETAPAS DO CULTO

(Pregada na manhã de domingo, 27 de abril de 2008 em Adjamé, Abidjan - Costa do Marfim)

1 Irmãos, é ainda um privilégio para nós estarmos juntos para ouvir a Palavra de Deus através de um profeta vivo. Esta é uma grande coisa ... [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

2 Esta manhã, eu vou responder a uma grande preocupação sobre as etapas do culto, mas antes disso, eu tenho uma série de perguntas as quais eu devo responder. Eu recebi várias cartas e e-mails de pessoas que compreenderam bem a Mensagem e, portanto, fazem a pergunta de Atos 2:37. Outros ainda pedem que eu vá aos seus países. Que Deus lhes conceda toda a sabedoria para fazerem a sua vontade e com que a Mensagem seja aceite em seus países. 

3 Além disso, nenhum deles teve o comportamento de Adon, este pastor branhamista que escondeu a Mensagem aos seus fiéis. Desde o momento em que vocês acreditam na Mensagem, se vocês têm meios, não hesitem em imprimir as pregações e em baixar os áudios para os distribuir aos fiéis e recomendá-los os softwares e tudo o que é necessário para a sua progressão na Mensagem. Um dia eles vão reconhecê-lo como tendo sido um modelo nesta Mensagem. Além disso, vocês podem fazer pequenos cartões com contactos para evangelizações e os distribuir para que todos sejam informados disso. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

4 Em relação às confissões desta manhã, um irmão e a sua esposa ou duas pessoas podem se dar beijos em caso de saudações ou felicitações ou para manifestar a alegria do reencontro. Mesmo com parentes ou amigos que vimos há muito tempo.

5 Também nós vemos jornais que ecoam a Mensagem. Nunca os jornais falaram de um profeta vivo como é o caso hoje. Toda a gente sabe agora que há um profeta no país. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

6 No início, havia um glorioso ministério sob a tenda com Moisés e no final, deste lado, o ministério glorioso sob a tenda volta com o profeta Kacou Philippe. E a razão pela qual o ministério sob a tenda devia cumprir-se na África e por um africano é que, gostemos ou não, a raça negra é a mais baixa. E se o corpo do homem é uma habitação como o diz 1 Coríntios 6:19, então o que pode ser o tipo da tenda é o da África. Os judeus tinham esta mesma posição que nós quando eles eram escravos no Egito há cerca de quatro mil anos! [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

7 Bem! Eu venho às perguntas... A primeira pergunta é: «Irmão Philippe, o apóstolo José Coleman estava alguma vez na vontade de Deus, como você disse para Ewald Frank concernente a distribuição de brochuras?». 

8 Irmão eu nunca disse que Ewald Frank estava uma vez na perfeita vontade de Deus. Eu disse que Deus o tinha confiado a distribuição das brochuras de William Branham e qualquer um pode imprimir e distribuir as brochuras. Ewald Frank nunca foi um discípulo de William Branham! E ele nunca foi batizado na Mensagem de William Branham! Foi em janeiro de 1966 que Ewald Frank apercebeu-se da morte de William Branham por alguém enquanto o telefone e o telegrama já existiam. Se eu morrer hoje, diga-me quanto tempo levará para que um dos meus discípulos ouça isso no seu país? E é a mesma coisa para José Coleman que nunca foi um discípulo de William Branham! José Coleman teve o seu ministério e a sua mensagem e os seus sermões foram transmitidos enquanto William Branham pregava na terra. E William Branham orou por ele como também William Branham orou por Tommy Osborn e muitos outros pregadores pentecostais e batistas. Será que José Coleman não publicou e não continua a publicar pregações que datam antes da morte de William Branham?

9 William Branham poderia pregar para as pessoas que não acreditavam na sua Mensagem e é nesse sentido que ele orou por uma multidão de pregadores incluindo José Coleman, Tommy Osborn e muitos outros que não acreditavam como ele. Será que no filme: «O fundo clama o fundo», William Branham não orou para um pregador para que houvesse um reavivamento a moda antiga na sua igreja pentecostal? William Branham poderia dizer à sua congregação, Tommy Hicks ou Oral Robert virá pregar nesta cidade, você pode ir para ouví-lo. É um bom servo de Deus cheio do Espírito Santo. Você veem? Como posso dizer-te para ir ouvir um profeta evangélico e que é preenchido com o Espírito Santo? Como é que um profeta evangélico pode estar cheio do Espírito Santo? Como Abraham, William Branham estava no Egito e foi um sacerdote egípcio. Ele Podia orar por um sacerdote de Zeus por um sacerdote de Osíris, por um padre de qualquer deus egípcio! Ele sacrificou sobre os seus altares! E para William Branham, todos estes sacerdotes dos deuses do Egito eram servos de Deus. Será que William Branham não confraternizava com Oral Roberts, Tommy Osborn, Tommy Hicks e outros, chamando-os de irmãos em Cristo? Cada um deles ao exemplo de Tommy Osborn poderia ter mais sucesso que José Coleman e Ewald Frank se eles quisessem. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

10 A segunda pergunta é: «Irmão Philippe, o que é a catedral que William Branham fala na visão da tenda?».

11 Irmãos, do começo ao fim da Mensagem, eu sempre disse que Ewald Frank tinha o ministério da catedral. E as suas próprias revelações não dizem o contrário. Isto é porque os branhamistas não são vigilantes. Ewald Frank disse: «Em 19 de janeiro de 1966, fui transportado em espírito a um salão de reunião muito grande. Um lado era um edifício sólido, como uma catedral com uma galeria, o resto estava em um círculo como uma tenda». Agora, diz-me o que isso significa! [Ed: A congregação diz: «Amém!»].   

12 A terceira pergunta é: «Quando Deus envia um servo, Ele o confirma, como o vimos no Irmão Branham com a Coluna de Fogo. Qual é o sinal da sua confirmação?».

13 Eu não estou buscando sinal e aqui no Clamor da meia noite, não estamos à procura de sinal. Nós respeitamos a soberania de Deus. William Branham trabalhou desde a idade de dezessete anos e milhares de pessoas acreditaram nele e foi quando ele começou a ficar velho e quando ele estava careca que Deus deu-lhe o sinal da Coluna de Fogo. William Branham que você fala trabalhou durante décadas antes que o sinal da Coluna de Fogo aparecesse. E eu estou atualmente no meu quinto ano e você pede-me um sinal para crer! Mas Deus é livre para fazer o que Ele quer, e William Branham e Kacou Philippe não são a mesma dispensação. [Ed: A congregação diz: «Amém!»]. Agora, aqueles que acreditaram em William Branham sem sinal e aqueles que creram por causa de um sinal, quem são os filhos de Deus? Daqueles que acreditam em Jesus Cristo sem sinal e aqueles de Mateus 12:38 que pediram um sinal para acreditar, quem são os filhos de Deus?

14 Nós cremos que Deus confirmará a Sua Palavra, mas Deus também já confirmou a Sua Palavra. Não só os doentes são curados, os possessos são libertos, mas aqui temos testemunhos da ordem profética. Na vigília de 7 de março de 2008, eu orei por uma irmã que foi curada de um quisto e mais tarde ela reportou-me depois que ela constatou a cura, que em 2006, ela tinha visto em sonho que eu tinha orado por ela e que ela tinha sido curada e que neste sonho em 2006, eu tinha usado as roupas que eu usei aos 7 de março de 2008 e eu estava cantando «Somente crer, somente crer! » Exatamente como ela viu. Ela disse que no sonho, estava sentada ao lado de uma certa senhora que ela não conhecia e tudo aconteceu exatamente assim aos 7 de março, dois anos após o sonho. Ora, as roupas que eu usei, eu as mandei costurar cinco dias antes de 7 de março de 2008. Estes são alguns sinais de profeta. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

15 A quarta pergunta é: «Irmão Philippe, porque deveríamos queimar a bíblia Louis Segond que o Irmão Branham que você diz ser um verdadeiro profeta usou?». 

16 Obrigado pela pergunta, mas saibam que a Bíblia diz em Êxodo 20: Não mentirás! Este é um dos dez mandamentos. Eu digo isto, porque Louis Segond não existia em Inglês e William Branham não usou a versão Louis Segond. William Branham em vez disso, usou as versões King James e Darby. Agora, como um profeta, eu queimei a bíblia King James que William Branham não traduziu, mas antes de mim, um simples rei, Ezequias, quebrou e queimou a serpente de bronze que o profeta Moisés tinha feito. O que vos está a escandalizar então? Vocês nunca se aperceberam que as alfândegas queimaram toneladas de cigarros, entretanto o cigarro é vendido aqui? Eles ainda queimaram toneladas de panos que eles apreenderam e, portanto, nós ainda vestimos panos e ainda os necessitados precisam disso. Retenham, pois, que a bíblia Louis Segond, King James, Tradução novo mundo, Scofield, Thompson e todo o resto, incluindo os livros de livrarias cristãs, é a alfândega do Espírito Santo que as tomou e que as queimou. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

17 A quinta questão é: «Irmão Philippe, o que acontece com a doutrina da teofania?».

18 A doutrina da teofania? Irmãos, se uma doutrina não foi desenvolvida por um profeta mensageiro autêntico de Deus, independentemente da importância e da veracidade desta doutrina, é o diabo quem está por trás; jogue-a no lixo, vomite-a e a esquece para sempre. Se você tiver coceira de prostituição e você quer parar no caminho da serpente, faça-o! Mas não venha dizer à Adão o que a serpente disse-te! Não venha dizer aos irmãos e irmãs o que você aprendeu da boca da serpente! [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

19 É como um irmão que dissem-me: «Irmão Philippe, há pessoas que batizam em nome de Joshua Meshiah». Eu disse: «eles são judeus? Eles falam hebraico». Ele disse: «não». Eu disse: «Isto é o que está escrito na sua bíblia?». Ele disse: «não». Eu disse: «como eles escreveram a palavra? Joshua ou Jahoshua ou Yawha ou Jeshuah ou Yawhé?». Ele disse: «Irmão Philippe eu não sei». Eu disse: «Mas quem é o profeta mensageiro que tem revelado isso?».  Ele disse: «Irmão Philippe eu não sei!».  E eu disse: «Irmãos, não se deixem distrair por assobios de serpentes». Mesmo se é bíblico e que isso está claro, mas se isso não veio de um profeta mensageiro, jogue-o no lixo, são assobios de serpentes! [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

20 E no outro dia, alguém, disse: «Enquanto você proíbe a leitura de livros religiosos, você cita os livros de história!». Eu disse: Não há espírito maligno por trás de um historiador e um jornalista se eles forem neutros em relatar o que viram. São neste caso os escribas de Deus. E William Branham disse no «O Sétimo Selo»: «As visões, mais a Palavra, mais a história, mais as eras da Igreja: Tudo isso dá um todo perfeito». Vocês veem?

21 Se as igrejas católicas, protestantes e evangélicas, incluindo as missões e ministérios lessem o livro de Apocalipse, eles acreditariam em William Branham. E se os branhamistas lessem «O Sétimo Selo», eles acreditariam no Clamor da meia noite sem discutir. Vocês veem? Os branhamistas nem sequer sabiam que havia um idioma desconhecido que William Branham não interpretou e isso porque eles não leem «O Sétimo Selo».

22 Bem! Eu gostaria de falar agora das etapas do culto. Isto nos foi pedido de muitos países! Eles querem o saber para estar no mesmo Espírito que nós! Quando alguém acredita nesta Mensagem noutra cidade ou noutro país, o que ele deve fazer quando está sozinho? É disso que eu quero falar. Pode ser que isto seja uma grande responsabilidade ser o primeiro a acreditar num país. Parece uma chamada profética. E se sois muitos que acreditam não esperem por um pastor que virá de algum lugar. Sois vós os pastores, os evangelistas, os doutores e tudo o que Deus precisa para expandir esta Mensagem neste lugar ou nesta cidade. [Ed: A congregação diz: «Amém!»]. Você é obrigado a dominar a Mensagem, mesmo se você deve pernoitar por isso! Porque você tem de responder a quaisquer questões relacionadas com a Mensagem. 

23 Eu logo darei um exemplo de um panfleto de evangelização que vocês devem copiar e distribuir em todos os lugares exteriores na pregação pública, eventos de rádio e outros. Isso vai ajudar aqueles que acreditam nesses países. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

24 Bem! Na data de 7 de março de 2008 quando teve lugar a vigília da santa céia, a Mensagem do Clamor da meia noite tinha dezassete congregações na Costa do Marfim. E doze das dezessete já eram igrejas protestantes, evangélicas ou branhamistas. Oito foram congregações branhamistas e as outras quatro foram igrejas protestantes e evangélicas. 

25 Os branhamistas entendem mais facilmente, mas é neles que se encontram os mais estúpidos. Mas agora, todos eles estão silenciados. E peço a todos aqueles que acreditam no Clamor da meia noite para não parar no caminho deles. Se fossem filhos de Deus, eles não teriam as bíblias Louis Segond ou King James nas mãos enquanto William Branham condenou a teologia. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

26 Muito bem! Agora como o culto acontece? Eu abordei esse assunto em várias pregações e esta manhã, eu ainda darei uma ideia do que fazer. Mas as etapas do culto podem variar de uma congregação para outra. De preferência não comerem nas manhãs de domingo antes do culto, mas se vocês comerem, não é um pecado. E antes ou durante o culto, vocês podem comer um doce para evitar mau hálito. Não pastilha, mas doces.

27 Primeiro, todos devem unir-se no lugar do culto e na hora indicada. Pouco importa o lugar: uma casa, uma escola, uma loja ou outro. O pastor, o pregador e os anciãos sentam-se na congregação como qualquer irmão. Ninguém tem o direito de sentar por detrás do púlpito como vemos entre os católicos, protestantes, evangélicos e branhamistas. Somos todos irmãos e o maior é o Senhor Jesus Cristo! [Ed: A congregação diz: «Amém!»]. Os apóstolos, os profetas, os evangelistas, os doutores, os pastores no meio de nós não são os mestres, mas escravos. São servos e não têm os seus lugares separados. O local deve simplesmente ser definido como numa sala de aula. Os irmãos e as irmãs sentam separadamente na congregação; uns na direita e os outros na esquerda do púlpito. E os oradores, os líderes e os cantores se sucedem por trás da mesma cadeira. A partir de três pessoas em uma cidade, podemos começar os cultos.

28 Enquanto esperam a hora, o cantor pode repetir os hinos com a congregação se ele o desejar. Então, na hora marcada para o início do culto, o dirigente vem para frente, para o púlpito se tiver um púlpito e todos ficam de pé para entregar o culto ao Senhor Jesus juntos. Podem começar com uma canção ou uma oração em comum. Depois do hino ou oração, o dirigente faz um breve comentário em que ele pode ler uma passagem da Bíblia ou da Mensagem. Logo passamos para a confissão pública, todos os que têm uma confissão a fazer se colocarão de pé, começando pelos irmãos, confessando um após o outro. E depois das confissões, o dirigente dá a palavra à congregação para se pronunciar sobre as confissões. Podemos perguntar a tal irmão ou irmã, podemos fazer uma observação para tal outro, podemos propor uma sanção a tal outro de acordo com a Mensagem ou pedir para se sentar porque a sua confissão não é de acordo com o Espírito da Mensagem. E depois disso, os irmãos e irmãs por quem a congregação decidiu orar vão ajoelhar-se. E então a congregação sentada vai levantar uma única oração para todos os irmãos e irmãs que confessaram. E depois da confissão pública passaremos para os testemunhos e os que têm os testemunhos vão colocar-se de pé e falar de forma breve e precisa, mas antes disso você deve dar a conhecer ao dirigente antes do culto que você tem um testemunho a dar. E depois dos testemunhos, será agora o momento de vários temas de orações. E depois das orações, será o momento de louvores! Pode acontecer que, por uma razão, a congregação possa decidir que os louvores venham antes da confissão pública. E depois da confissão pública, o cantor regressará para uma ou duas canções.

29 Para o louvor, podem utilizar qualquer instrumento de música e se vocês têm meios vocês podem ter um piano. Primeiro a congregação vai cantar três hinos juntos e sentar-se e uma irmã vai vir para dar uma canção individual diante da congregação liderada pelo cantor e se possível também um irmão. E depois disso, a congregação se coloca de novo em pé para continuar a louvar com dois ou três hinos e depois dos louvores, será o momento da pregação. 

30 E do princípio do culto até ao princípio da pregação, será menos de duas horas de tempo. E a pregação não durará mais de uma hora e trinta minutos. Depois da pregação, o pregador fará a chamada para aqueles que querem aceitar a Mensagem diante de todos. Eles levantam as suas mãos e depois vão ajoelhar-se a frente do púlpito para receber a oração de toda a congregação para que Deus possa abençoar e apoiar a sua decisão. Em seguida, eles retornam aos seus lugares. Também, a partir do púlpito, segundo ao que ele é conduzido, o pregador pode pedir para orar pelos doentes a partir dos seus lugares ou em frente do púlpito.

31 Depois disso, o pastor ou o dirigente volta para os anúncios, informações e a oração final. Finalmente, as saudações durante o qual os dízimos e ofertas devem ser arquivados no baú colocado na entrada, na porta para aqueles que ainda não o têm feito. Pelo menos dois administradores cuidam e administram os dízimos e as ofertas da congregação. Não o pastor, mas os administradores! [Ed: A congregação diz: «Amém!»]. E estes administradores são autónomos e são ambos quem guardam aquilo e prestam contas ao pastor.

32 Para as responsabilidades, uma só pessoa pode desempenhar primeiro os papéis de dirigente, de cantor e de pregador até que ele possa encontrar irmãos firmados e capazes de assumi-las. Eventualmente, uma congregação pode ter vários dirigentes, cantores e pregadores de acordo com a necessidade da congregação. Não é possível que para uma congregação com mais de dez pessoas, uma só pessoa possa assumir todas as terefas na congregação! E a partir de cinquenta membros, uma congregação deve ter um pastor associado. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

33 Para os hinos, vocês podem cantar, por exemplo, aqueles que estão nas coleções «Only Believe» e «Asas da fé».  Mas só se o cantor ou um irmão inspirado pode as adaptar à Mensagem, isso será muito bom. Por exemplo, onde diz: «... Deus restaurou-me!», devemos dizer: «... Deus restituiu-me!». Vocês entendem? Se possível, na maioria dos hinos, adicionem um verso como pode ser visto neste livro para indicar que estamos na meia noite, evitando mostrar que Kacou Philippe é alguma coisa, é o que devem fazer. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

34 Para os jejuns, qualquer um pode iniciar um momento de jejum como ele é guiado com tantos dias que ele quiser. Mas o pastor também pode ocasionalmente dar momentos de jejum na congregação em relação à questões de orações próprias na congregação. Mas somente, esses momentos de jejum não deverão exceder três dias. Aí está um pouco para as etapas do culto.   

35 Quanto às congregações, eu especifico que podem haver várias congregações em uma mesma cidade. Vocês veem que há quatro congregações em Abidjan! E as pessoas não são obrigadas a atravessar vários distritos ou pegar vários veículos para chegar ao culto.  É também necessário que cada um seja livre de frequentar a congregação que ele quiser. Para além destas, quaisquer diretivas e de tudo o que está contido na Mensagem, que cada congregação possa basear-se na sua autonomia para o resto do que ali será feito! Que Deus abençoe-vos! [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

36 Agora! «... permitam-me falar não como um profeta, mas como um africano! Eu mesmo é que digo isto: houve profetas de todas as raças da terra como os da Bíblia... João Wesley, Martinho Lutero, William Branham... e nós os acolhemos todos. E agora, pela primeira vez um africano é profeta com tudo o que um profeta deve ter: uma chamada sobrenatural, uma comissão, uma Mensagem... E em apenas cinco anos, a sua Mensagem tende mesmo a ultrapassar as fronteiras da África. 

37 Eu não faço pan-africanismo, mas como um africano, se vocês não forem feiticeiros, vocês podem ir contra tal homem sem procurar entender o que ele diz? Se o meu filho é nulo na escola, não é possível que eu dê dinheiro para o meu visinho colocar o seu filho que é brilhante? Será que necessariamente deve definir-se como adversário ao escutar que um africano é profeta como Isaías e Jeremias da Bíblia ou porque vocês o conhecem?

38 E eis que um agricultor africano atravessou o mato e ele encontrou um gênio, um homem de aparência estranha. O agricultor queria fugir, mas o génio disse-lhe: «Não fuja! É uma bênção por você ter-me encontrado. Pede-me qualquer coisa que você quiser e isso ser-te-á concedido imediatamente. Mas somente saiba que o seu vizinho que está na aldeia vai receber o dobro do que você pedir». O agricultor perguntou ao gênio: «E se eu pedir 10 kg de ouro?» O gênio disse-lhe: «Se você pedir 10 kg de ouro, o seu vizinho vai receber 20 kg de ouro». O agricultor perguntou ao gênio: «E se você estragar-me um dos meus olhos?». O gênio disse: «Se eu estragar um dos seus olhos, o seu vizinho vai ter os dois olhos estragados». E o agricultor disse ao gênio: «Estraga um dos meus olhos». E ele fez assim! E que o que pode compreender, compreenda!