KACOU 75 : VIMOS A SUA ESTRELA

(Pregada na manhã de domingo, 1 de junho de 2008 em Adjamé depois em Anyama, perto de Abidjan - Costa do Marfim)

\"lettre_circulaire_janvier_12\"

1 Olhem esta fotografia! Esta fotografia encontra-se na última página da carta circular de janeiro de 1973 com esta mesma inscrição. [Ed: O irmão Philippe mostra uma fotografia à congregação]. Esta fotografia foi tirada em dezembro de 1972 durante uma reunião em Sikensi, na Costa do Marfim. E vemos sobre esta fotografia Ewald Frank, Alexis Barilier e Alex Baranowski, no meio de vários lideres branhamistas da Costa do Marfim. É disso que desejo falar esta manhã e o meu tema é: Vimos a sua estrela! Amém!

2 Irmãos, saibam que o cristianismo original pode apenas ser um regresso ao Éden, onde o homem caiu a fim de levantá-lo para sempre! No início, não era a poligamia! Deus tomou só uma costela de Adão e com esta costela, Ele formou só uma mulher e quando a serpente desonrou-a, Deus não ousou substituí-la ou formar uma segunda para Adão! Mas a poligamia é citada em Gênesis 4 como um dos atos que puseram os filhos do diabo na terra. Olhem estes casais de pombas, estes casais de animais, toda a natureza ensina que a poligamia nunca foi uma instituição original de Deus! É um bisneto de Caim que fez aquilo! [Ed: A congregação diz: «Amém!»]. Vocês podem vir aqui com duas ou três mulheres, mas desde o instante em que você conheceu esta Mensagem e que você recebeu o seu batismo, você nunca pode ter duas mulheres. E se um irmão faz isso, ele nunca pode ser aceite nesta Mensagem, mesmo em dez ou vinte anos.

3 E eu disse que após sete meses de vida comum, se um homem fosse mais de três vezes na semana com a sua mulher, deve confessar-se! Vocês veem ?

4 Bem! Venho ao meu tema: Vimos a sua estrela… Para isso, eu vou ler em Mateus 2:1-2… «Ora, após o nascimento de Jesus em Belém da Judeia, nos dias do rei Herodes, eis que, magos do oriente chegaram à Jerusalém, dizendo: Onde está o Rei dos Judeus que foi posto ao mundo? Porque vimos a sua estrela no Oriente, e viemos prestar-Lhe homenagem».

5 Bem! O Deus de Israel tinha utilizado realmente Coré, Datã e Abirão no deserto, mas o seu erro, era ir contra Moisés e pensar que eles podiam ser iguais a Moisés. Ora, ser igual a Moisés e fazer Deus aceitar aquilo, é que não era necessário tentar. E isso, um profeta de nome Balaão não tinha compreendido! O Deus de Israel falava-lhe realmente e ele pensava que era o profeta mensageiro do seu tempo, mas a aproximação de Moisés, quando ele viu Moisés, ele devia render o lugar e permanecer tranquilo como João Batista! Mas ele não compreendia isso e influenciado pelo dinheiro e pela sua popularidade e reputação passada, foi contra Moisés!

6 E é este Balaão que profetizou que uma estrela sairia de Jacó! Balaão disse em Números 24:17: «Vê-lo-ei, mas não agora; olhá-lo-ei, mas não rigorosamente. Uma estrela emergirá de Jacob, e um ceptro levantar-se-á de Israel, e traspassará os cantos de Moabe, e destruirá todos os filhos de tumulto». E aquilo foi ensinado de geração em geração! Vocês veem?

7 Quando mesmo Balaão tomou um mau caminho, a Palavra de Deus na sua boca era sempre a verdade. E como Balaão, fora do cavaleiro africano cujo William Branham falou, quantos africanos não anunciaram que o Deus Todo Poderoso daria um dia um sinal à África! Mas em vez de esperar aquilo, eles estão já em Jerusalém com os principais sacerdotes. Como, por conseguinte verão este sinal?

8 Agora, observem isto: quando os magos viram a estrela, eles deixaram-se conduzir por esta estrela como a Coluna de fogo conduziu os Judeus no deserto. Estes magos sabiam apenas que Jerusalém era o lugar mais santo e mais espiritual na terra e que o Deus dos Céus havia feito o seu Nome residir ai!

9 Jerusalém era o que havia de mais espiritual e santo na terra. Mais espiritual e santo que a cidade do Vaticano! E é em Jerusalém que era necessário procurar os maiores institutos bíblicos e se Deus deve realizar uma obra na terra não poderia ser numa outra cidade exceto Jerusalém, a cidade de Davi.

10 E quando os magos viram também que a constelação tinha tomado à direção de Jerusalém… à partida, eles tinham seguido a estrela muito bem, mas quando eles viram Jerusalém, eles disseram para eles mesmos: «Glória seja dada ao nosso Deus! Ô Deus obrigado, nós a alcançamos!!!». E entraram em Jerusalém, mas a estrela não entrou! A estrela não podia entrar lá! E uma vez em Jerusalém, quando eles deram conta que a estrela tinha desaparecido, disseram: «Nós a alcançamos, o que nos resta, é encontrar a maternidade!». Mas para a sua grande surpresa, o tempo passou e nada! Eles não compreenderam mais! Eles começaram a perguntar a todos de modo que a notícia chegou aos principais sacerdotes que por sua vez, informaram ao rei Herodes enquanto estavam na mesa com ele. Três magos estavam à procura do rei dos Judeus que teria nascido sob um sinal celestial!

11 A Bíblia diz que Herodes e todo cristianismo, isto é, Jerusalém foram perturbados! Vocês veem? Uma vez que os pastores tinham-lhes dito sobre uma determinada canção dos anjos e tinha dito que era por causa da sua escola pastoral, por causa das suas igrejas, ou então era por causa da mensagem de um certo profeta que acabou de chegar em Jerusalém. Mas aqui os magos vieram do Oriente falar-lhe de um sinal que tinham visto lá. Uma vez que eram pastores e agora são magos. Herodes e Jerusalém estavam pertubados. Vocês veem?  

12 Agora, o que sucedeu? Quando os magos vieram a Jerusalém, aproximaram-se os principais sacerdotes para saber o que era! Eles estavam tão certos que perguntaram: «Onde está o Rei dos Judeus que foi posto ao mundo?». Mas todos os Judeus cheios do Espírito Santo e que permanciam na Palavra de Deus não sabiam de nada! Também, quando os pastores trouxeram-lhes o canto dos anjos, eles não sabiam de nada! Os pastores podiam dizer: «Não é uma obra sobrenatural de Deus? Porque recorda-nos que quando Deus criou Adão, os anjos cantaram nas regiões do Éden! Uma criança não nasceu nestes arredores?». Eles disseram: «Não, nenhuma! Há uma, mas é o filho de um agricultor iletrado que não frequenta nenhuma igreja! O agricultor chama-se Kacou Daniel e a sua mulher chama-se Marie». Vocês veem? Jerusalém vagava às suas numerosas ocupações inúteis! E vindo às ruas, os magos queriam informar-se, mas as pessoas estavam demasiadas apressadas para não atrasar no trabalho, no seu comércio, na reunião de oração ou nas sessões de ensaios do coral! Exatamente como os seus bisavós tinham feito no tempo de Noé.

13 Quando os sacerdotes escutaram aquilo, primeiro olharam no Céu de uma extremidade a outra e não tendo visto nada, disseram: «Devem dizer simplesmente que viram uma estrela! Cabe a nós os sacerdotes indicarmos que aquilo se trata do nascimento do Rei dos Judeus ou não. Nisso, eles não foram sábios». Outros sacerdotes disseram: «Não é nada de particular, é por emoção que vocês pensaram assim. É simplesmente uma estrela gorda. E quando vocês andavam, vocês tiveram a impressão que ela deslocava. Não é nada!».

14 Então os magos deram conta que tinham cometido um erro ao deixar a estrela [Ed: A congregação diz: «Amém!»]. No entanto os magos tinham começado bem! Como Moisés e Israel no deserto, a estrela era o seu absoluto! Quando a estrela ia rapidamente, iam rapidamente, quando a estrela girava, eles giravam! Quando a estrela parava, eles paravam! Ela era o seu absoluto! Um absoluto sempre vivo! O absoluto dos filhos de Deus é sempre vivo! Quando um homem morreu, qualquer que seja a sua grandeza, ele não pode mais ser um absoluto de um vivo! [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

15 Quando os Judeus saíam do Egito, incluindo os filhos do diabo, eles todos disseram: «O nosso absoluto, é o profeta! É Moisés!», mas Deus via o seu coração. Não havia ainda Bíblia ou rolo e eram obrigados, portanto a dizer como os filhos de Deus que o seu absoluto era o profeta vivo no meio deles! Mas Deus sabia que, assim como alguns anjos não se sujeitaram a Ele no Céu porque é anjo como eles, os filhos do diabo nunca se sujeitariam a um profeta vivo no meio deles! Porque esse profeta é um homem como eles! Quando eles disseram: «O nosso absoluto, é o profeta Moisés, o profeta vivo no meio de nós!», Deus no Céu sabia que era uma mentira. Os filhos do diabo não podem aceitar um profeta vivo como absoluto. E então o anjo da morte levantou-se, mas Deus disse-lhe: «Deixa-lhes! No tempo marcado, eles serão separados». [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

16 Os filhos do diabo preferem um livro por absoluto como os seus pais sempre preferiram fetiços, objetos por absoluto. Um filho do diabo pode ter um pedaço de ferro por absoluto, pode ter um objeto por absoluto e da mesma maneira, Deus sabia que um dia um livro seria o absoluto deles. Eles preferem os profetas mortos, devido ao seu zelo com o espiritualismo que se vê muito aqui na África. É por isso que, logo que Moisés morreu, eles disseram: «Nós somos de Moisés! O nosso absoluto, é o rolo de Moisés», ou seja, os cinco livros de Moisés. E este demônio tem trabalhado na terra até hoje! Quando Isaías falava, diziam: «O nosso absoluto, é a Bíblia. Não acreditamos em um homem! Acreditamos na Bíblia!». Quando João Batista falava, diziam: «O nosso absoluto, é a Bíblia. Não acreditamos em mais nada!». E os filhos do diabo que estavam lá gritavam: «AMÉM!». E João Batista não sabia o que dizer! Oh o que os profetas sofreram! Durante a vida de um profeta, ele estabelece os filhos de Deus ao seu redor, mas quando ele não está lá, são os filhos do diabo que apoderam-se do sacerdócio, a fim de corromper qualquer maneira de salvação. Vocês veem?

17 Quando os magos haviam deixado a estrela, eles estavam agora com os sacerdotes e os fariseus e os saduceus e eles passavam o seu tempo a explicar aos magos como a passagem do mar Vermelho com Moisés foi gloriosa e que Moisés fez aquilo, Moisés fez aquilo no Egito. E que tal profeta fez isso, tal profeta fez aquilo. Eles explicaram a história. Eles desdobravam os rolos, mostrando isso, mostrando aquilo. Tudo isto! Em vez de pedir aos magos para lhes falar da estrela viva e de tudo o que eles tinham visto lá. Para eles, os magos pagãos não tinham nada a ensinar-lhes. E se Deus deve falar para terra, é para eles os sacerdotes, os mais espirituais na terra. Vocês veem o orgulho que repete-se hoje? E em vez de ouvir esses pequenos homens que encontraram a estrela neste tempo em que vivemos, em vez de dizer a estes pequenos homens:  «Fala-nos sobre o profeta Kacou Philippe. Quem é ele? O que ele tem trazido de novo? Como aconteceu essa grande visão de 24 abril de 1993? Queremos compreender. Nós queremos saber.» Em vez disso, contam histórias: Jesus fez isso, este apóstolo fez isso, assim por diante ... Eles são filhos do diabo. E é a história  repetindo-se. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

18 Mas o que estes grandes rabinos não fizeram, um pagão o tinha feito. Vocês veem? O rei Herodes o tinha feito, mas em uma má intenção. Ele havia pedido aos magos para dizerem-lhe apartir de quando a estrela apareceu e todas essas coisas. Mas os escribas e os fariseus e todos aqueles não sabiam nada sobre isso. Vocês veem? Estes grandes pastores, estes reverendo, estes bispos não tinham tido essa ideia por causa do seu orgulho. E isso é o que ainda está acontecendo hoje na terra quando Deus trouxe novamente a estrela viva que se desloca para a Salvação da humanidade. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

19 Agora, escutem isto: É verdade que a Bíblia disse que a estrela ia aparecer, mas se os magos tomassem como o absoluto a mesma Bíblia que disse-lhes que a estrela sairia de Jacó, eles nunca encontrariam o objetivo que eles procuravam! Mas o seu absoluto, o seu guia e ponto de referencia, era a estrela viva! Eles andavam com a estrela, falavam com a estrela e a estrela respondia-lhes e a presença e a atmosfera da estrela eram muito boas! [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

20 A Bíblia é o testemunho do absoluto, porque o profeta é o absoluto que Deus deu aos homens! 2 Crônicas 20:20, Oséias 12:14 e Amós 3:7 não dizem para confiar numa Bíblia ou num profeta já morto.

21 Agora, para os branhamistas, tomemos a carta circular de janeiro de 1973, no verso, há uma fotografia. E sob a fotografia, está escrito: «Fotografia tomada em dezembro de 1972, aquando de um encontro em Sikensi, na Costa do Marfim. Veem lá Ewald Frank, Alexis Barilier e Alex Baranowski, no meio de outros servos de Deus deste país». O que é isso? Os mesmos três magos aqui em Jerusalém com os principais sacerdotes branhamistas e tendo por absoluto os rolos de um profeta já morto, William Branham! [Ed: A congregação diz: «Amém!»]. Como os magos do Oriente, estes branhamistas estavam tão próximos do objetivo, mas confiaram em sacerdotes que mesmo eles não sabiam nada disso.

22 Agora, observem isto: o canto dos anjos foi escutado fora de Jerusalém por pastores que vieram informar aos principais sacerdotes! Também, a estrela apareceu aos magos em vez de aparecer aos sacerdotes! Por quê Deus fez aquilo, ao ponto de desprezar os seus servos, os sacerdotes?  É para dizer que a Palavra de Deus não vem a um sacerdote. E hoje os apóstolos, os profetas de igreja, os evangelistas, os doutores, os pastores e todos estes que vocês veem, é o sacerdócio na nova aliança. Quão poderoso seja um apóstolo, um profeta de igreja, um evangelista, um doutor ou pastor, reverendo ou bispo, a Palavra de Deus não pode vir a ele. Vocês veem? Jesus Cristo era a Palavra de Deus e quando ele veio na terra, Ele foi para João Batista, que era um profeta. O sacerdócio deve ecoar o que o profeta vivo do seu tempo diz.

23 E hoje, se você é apóstolo, profeta de igreja, evangelista, doutor, bispo, pastor, assim por diante ... Você só pode servir a Deus se você ecoar o que o profeta Kacou Philippe diz. [Ed: A congregação diz: «Amém!»]. E é a mesma coisa hoje com os líderes católicos, protestantes, evangélicos e branhamitas para o que Deus está fazendo aqui. E quando é assim, os principais sacerdotes são rápidos a rejeitar aquilo! E aos 24 de abril de 1993, o Anjo do Senhor desceu! O Anjo de Deus desceu e veio falar para um pequeno pagão que nunca abriu uma Bíblia! Mas Deus pode alterar a sua maneira de agir? Não! porque Ele é o mesmo ontem, hoje e eternamente! [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

24 A canto dos anjos vai para os pobres pequenos pastores que não sabem nada de Deus em vez de ir para os sacerdotes. A estrela vai para os pobres pequenos magos que não sabem nada de Deus em vez de ir para os sacerdotes. E em 24 de abril de 1993, o Anjo e o Cordeiro vão para um pequeno analfabeto lá nas regiões da Costa do Marfim em vez de ir para os principais sacerdotes católicos, protestantes, evangélicos e branhamitas. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

25 Bem! Quantos acreditam que a Palavra de Deus na minha boca, eu o profeta Kacou Philippe é infalível com o mesmo valor que as de Isaías, Jeremias e todos os profetas da Bíblia? Ainda que eu devesse dizer isto e que eu digo aquilo...  e que agora venho dizer isto falhei? [Ed: A congregação diz: «Não!»]. A revelação é muito dura, mas Deus dá para aqueles a quem isto é destinado.

26 Agora! Por quê estes magos progrediam? Os magos progrediam porque eles tinham um guia, um absoluto vivo! E nós queremos um absoluto vivo porque Amós 3:7 não diz que Deus não faz nada sem revelar os seus segredos aos sacerdotes que são hoje os ministérios de Eféseos 4:11, mas Deus não faz nada sem revelar os seus segredos aos seus servos os profetas vivos! [Ed: A congregação diz: «Amém!»]. Se Deus quer fazer qualquer coisa hoje, não vai revelar isso para Martinho Lutero na sua sepultura lá na Alemanha, Ele não vai revelar isso para William Branham no cemitério de Jeffersoville. Mas Ele revelará ao profeta Kacou Philippe vivo e andando no meio de vocês. [Ed: A congregação diz: «Amém!»]. E não tendo profeta para falar aos magos, Deus envia-lhes não uma Biblia, mas uma estrela! Vocês veem? Mesmo se não houver mais profeta na terra durante quinhentos anos, Deus nunca revelará a sua Palavra a um sacerdote, apóstolo, profeta de igreja, doutor, pastor ou evangelista! [Ed: A congregação diz: «Amém!»]. E quando um profeta deixa a terra, é a estrela que se tem parado e desde que vocês parem ai, vocês estão na vontade perfeita de Deus e Deus está com vocês. Quando um profeta deixa a terra, vocês param lá onde ele vos deixou até verem uma outra estrela sair de Jacob! [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

27 Como o absoluto de um homem vivo hoje pode ser um homem morto? Como o absoluto de um homem vivo hoje pode ser o livro de Isaías que morreu há 2800 anos? O absoluto destes magos era a estrela em movimento! Se dessem toneladas de rolos aos magos, eles não poderiam avançar um só passo e todo o seu esforço apenas afastá-los-ia de Deus! É por isso que, apesar dos rolos que estavam lá, Deus enviou-lhes uma estrela, um absoluto vivo! [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

28 Quando vocês querem tê-lo sem o profeta, vocês lerão livros religiosos de toda espécie, vocês jejuarão muito e orarão muito, mas cada uma dessas coisas vai apenas preenchê-los de demônios de adivinhação e terão dez vezes mais sonhos que um profeta! [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

29 Bem! Para terminar, leiamos os versículos 9 e 10 de Mateus capítulo 2. Eu leio isso… «E eles tendo ouvido o rei, foram-se; e eis que, a estrela que tinham visto no Oriente ia à frente deles, até que veio e ficou acima do lugar onde estava a pequena Criança. E quando eles viram a estrela, congratularam-se com abundante alegria». [Ed: A congregação diz: «Amém!»]. Eu amo esta última frase, eu a amo! Vocês veem? A Bíblia diz que eles iam e quando saíram de Jerusalém, eles viram a estrela de novo! E a Bíblia diz que quando eles viram de novo a estrela que tinham visto no Oriente, eles congratularam-se com abundante alegria.  Eles não deixaram mais a estrela até posar acima do lugar onde estava a pequena Criança. Amém! Quando deixaram os sacerdotes, as igrejas, Jerusalém e tudo isso, eles viram a estrela e quando eles viram a estrela, regozijaram-se com grande alegria. Vocês veem? Vocês não podem ver a estrela dentro deste Cristianismo demoníaco, estes católicos, protestantes, evangélicos e branhamitas, dentro destas missões e ministérios. Vocês não podem ver a estrela neste reino de Satanás, mas vocês devem sair de lá. [Ed: A congregação diz: «Amém!»].

30 Irmãos mantenham sempre os olhares sobre a estrela e nunca sairão da vontade perfeita de Deus! Tenham todos os rolos dos profetas que quiserem e leiam, mas que o vosso absoluto seja sempre a estrela viva da vossa geração! Se a estrela for à direita, vão para a direita. Se a estrela for à esquerda, vão para a esquerda. Se a estrela avança, avançem com ela. Mas não digam: «Isaías disse isto, Paulo disse aquilo!». Não, Avançem com a estrela! Como no princípio com Moisés, saímos numerosos do Oriente, mas há aqui os sábios que seguem a estrela e os que não a seguem! É verdade que estiveram contentes quando viram a pequena Criança, mas a Bíblia diz que quando viram a estrela, congratularam-se com abundante alegria! E eu posso imaginar esta grande alegria que eles tiveram. E eis a alegria que a humanidade teria se ela não tivesse confiado nas igrejas católicas, protestantes, evangélicas e branhamistas hoje. Eis a alegria que os branhamistas provariam se não tivessem avançado quando a estrela parou-se aos 24 de dezembro de 1965. E que o que tem a sabedoria para compreender, compreenda!